Audi DTCC: Com disputas emocionantes, Heinen vence segunda bateria

Prova foi repleta de trocas de posição, abandonos, recuperações e a vitória do piloto gaúcho

Se a primeira bateria do Audi DTCC (Driver Touring Car Cup) já teve suas doses de emoção, para a segunda corrida, disputada na tarde deste sábado (16) em Campo Grande (MS), ela veio em dobro. Várias disputas por posição, ultrapassagens, e até toques foram a tônica da prova, vencida por Herberto Heinen. O gaúcho, que voltou ao automobilismo após quatro anos de ausência, aproveitou-se da condição de pole position (por ter chegado em sexto na primeira prova do dia) e terminou com 1s778 de vantagem para o estreante Marçal Melo.

“No Velopark havia acontecido a mesma coisa (de terminar a primeira corrida em sexto para largar da pole na prova complementar), mas desta vez eu não queria deixar a oportunidade escapar. Andar na frente é muito bom, e eu não ia largar a rapadura”, brincou um esfuziante Heinen.

A largada já deu uma noção do quão disputada seria a segunda bateria. E a impressão se confirmou na segunda volta, na disputa pelo terceiro lugar entre líder e vice-líder do campeonato pela terceira posição: Elias Azevedo e Idenis de Souza (vencedor da primeira bateria, com Willians Farias) se tocaram e ficaram de fora da corrida. O Audi R8 safety car entrou para reorganizar o pelotão e a prova foi reiniciada na sexta volta. Dudu Rocha fazia boa corrida e ocupava a segunda colocação, quando foi tocado por Wagner Amorim na décima volta. O piloto rodou e teve de ir aos boxes para substituir um pneu furado. Amorim, por sua vez, teve de cumprir uma passagem obrigatória pelos boxes como punição por ter tocado no carro do adversário.

Apesar do abandono dos dois líderes Azevedo e Souza, suas posições na tabela não foram ameaçadas. Entretanto, quem vinha atrás na classificação se beneficiou e tirou parte da desvantagem que era verificada antes da rodada dupla na capital sul-matogrossense. Elias Azevedo fica com 94 pontos, contra 80 de Idenis e Willians, e 70 de Kaká Mantovani. Décio Rodrigues e Dennis Rolim sobem à quarta posição com 67 pontos, seguido de Adolpho Rossi com 58 e Dudu Rocha e Sérgio Bürger com 48.

A corrida de Marçal Melo também foi movimentada. O paulista largou da 12ª colocação e foi escalando o pelotão. Chegou a duelar com Heinen e tomou a liderança, mas por poucos momentos. “Eu consegui a ultrapassagem, mas na freada da última curva não reduzi direito a marcha e aí ele recuperou a posição. Mas está de ótimo tamanho. Adorei a experiência. A categoria é espetacular, os carros são idênticos em desempenho”, elogiou.

Kaká Mantovani foi o terceiro colocado, seguido de Décio Rodrigues, que fez boa corrida, Roger Wehmuth, Daniel Daroz, Adolpho Rossi, Fernando Estima, Dionon Cantarelli e Rogério Garrubbo fechando os dez primeiros.

Na próxima rodada dupla, o Audi DTCC volta ao palco de sua estreia, o Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), na região metropolitana da capital paranaense.

Confira o resultado da primeira bateria:
1-) Herberto Heinen – 14 voltas em 28min40s037
2-) Marçal Melo – a 1s778
3-) Kaká Mantovani – a 3s691
4-) Dennis Rolim/Décio Rodrigues – 5s539
5-) Roger Wehmuth – a 6s181
6-) Daniel Daroz – a 6s619
7-) Adolpho Rossi – a 8s782
😎 Fernando Estima – a 12s226
9-) Dionon Cantarelli – a 18s191
10-) Rogério Garrubo – a 18s729
11-) Dudu Rocha/Sergio Bürger – a 2 voltas
12-) Wagner Amorin – a 5 voltas
13-) Elias Azevedo – a 13 voltas
14-) Idenis de Souza/Willians Farias – a 13 voltas
*Os quatro primeiros levarão também para a próxima corrida um lastro de, respectivamente, 25, 20, 15 e 10 quilos.

A classificação do campeonato após seis corridas disputadas:
1) Elias Azevedo, 94
2) Idenis de Souza/Willias Farias, 80
3) Matheus Maccari/Kaká Mantovani, 70
4) Décio Rodrigues/Dennis Rolim, 67
5) Adolpho Rossi, 58
6) Dudu Rocha/Sergio Bürger, 48
7) Wagner Amorim, 47
8) Herberto Heinen, 46
9) Daniel Daroz, 45
10) Roger Wehmuth, 43
11) José Mario de Castilho, 36
12) Diodon Cantareli Jr, 25
Rogério Garrubbo, 25
14) Eduardo Muller/Rudimar Muller, 23
15) Marçal Melo, 22
16) Henry Visconde, 15
Fernando Estima, 15
18) Ricardo Landi, 10
19) Daniel Prado, 8
20) Geciel de Andrade, 6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *