CB 300R: Com diferença de um milésimo, Marciano Santin conquista terceira etapa

Piloto leva segunda prova consecutiva do ano e encosta nos primeiros colocados da CB 300R

A temporada de estreia da categoria com modelos Honda CB 300R tem sido marcada por grandes disputas e neste sábado (16), na terceira etapa do Racing Festival, realizada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, no Paraná, não foi diferente. Por um milésimo de segundo, Marciano Santin recebeu a bandeira quadriculada em primeiro lugar e conquistou sua segunda vitória no ano.

Com o resultado a classe tem um novo líder: o próprio Marciano Santin. O competidor de Bento Gonçalves (RS) atingiu 68 pontos, seis a mais que Igor Calura. “Todos os pilotos são praticamentes iguais. Uma ótima briga pela ponta. Tenho apenas que agradecer a minha equipe, que me ajudou a fazer o acerto correto da moto, e a família”, destaca o campeão da etapa, Marciano Santin.

Em razão da vistoria técnica das motos da categoria, o resultado divulgado é extra oficial.

CORRIDA
Quando as luzes vermelhas se apagaram para o início da corrida, o piloto parananese Juracy “Black” Rodrigues, de Londrina, perdeu a liderança ainda na reta de largada. Quem assumiu o topo foi o líder do campeonato Igor Calura, que trouxe consigo seis concorrentes.

Pouco antes da metade de prova já havia uma diferença nítida na pista do primeiro pelotão, formado por sete competidores (Juracy Rodrigues, Marciano Santin, Marcos Mardegam, Giovandro Tonini, Igor Calura, Murilo Ribeiro e Diego “Frango”), para os demais.

Em posição intermediária, Mateus Dias sofreu uma queda e teve que abandonar a prova. Enquanto isso, a briga pela liderança tornava-se cada vez mais acirrada e era alternada entre Juracy, Tonini e Santin. Logo atrás, Calura, Ribeiro e Frango tentavam buscar o vácuo e se aproximar dos três primeiros.

Depois de nove voltas completadas, Marco Reis cometeu um erro numa curva e foi ao chão. Sem ferimentos, o competidor voltou para a corrida e fechou em 19º. Já Murilo Ribeiro quase teve o mesmo destino de Reis, ao perder o controle da moto na saída de uma curva para a esquerda. O piloto segurou firme a motocicleta e não caiu. No entanto, viu os líderes se distanciarem.

Há menos de três voltas para o fim, o duelo pelo lugar mais alto do pódio permanecia entre Tonini, Santin e Rodrigues. Sem ninguém pela frente, o competidor da casa colocou a moto na reta de chegada na frente, porém, vindo por dentro, Santin e Madergan chegaram lado a lado. Por diferença mínima, Santin levou a melhor.

“Por um milésimo eu não venci. Fiz uma boa corrida, mas acontece (perder). Temos mais três etapas em jogo, em que eu posso vencer. Consegui junto com a equipe melhorar a moto e vamos para a sequência do campeonato”, relata Juracy “Black” Rodrigues.

“Houve muita disputa, do começo ao fim. Estou feliz de poder participar de um campeonato como este. Temos ótimos pilotos. A definição veio apenas no último segundo”, relata Giovandro Tonini.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *