600 Hornet: Sob os olhares da torcida, Wesley Bertoni vence primeira bateria da 600 Hornet

Piloto da casa tem grande desempenho e conquista primeira vitória na competição

Depois de 17 voltas, disputas intensas e trocas de posições, o piloto da casa, Wesley Bertoni, superou Maico Teixeira na briga pela primeira posição e venceu a primeira bateria da 600 Hornet, disputada em Londrina, no Paraná. Completando o pódio da corrida, válida pela terceira etapa do Racing Festival, apareceu Guga Folheto.

“Fiquei surpreso com a pole. Não esperava baixar ainda mais o tempo no classificatório. Larguei bem a bateria e fui administrando. Eu e o Maico brigamos bastante. Esperei as voltas finais para apertar o ritmo e ganhar a prova”, explica o paranaense, que pela primeira vez vence uma corrida em Londrina.

Neste domingo (17) os competidores das motos com modelos Honda CB 600F Hornet voltam à pista do Autódromo Internacional Ayrton Senna para disputa da última bateria. A prova acontece às 11h10, horário de Brasília.

CORRIDA
Com o tempo de 1:24.860, Wesley Bertoni, largou a bateria na primeira posição. Quando foi dada a largada, o piloto da casa permaneceu na liderança, no entanto era pressionado a qualquer custo por Guga Folheto, segundo, e Maico Teixeira, terceiro colocado. Além dos três primeiros, o pelotão de frente contava com Murilo Colatreli, em quarto, e Ricieri Luvizotto, em quinto.

Em forte ritmo, Teixeira e Bertoni alternavam-se na frente. Após cinco voltas, já era notável a boa distância dos dois para os demais pilotos. Sem ter a posição ameaçada, Folheto tentava encostar nos líderes, porém sem eficiência. Já Colatreli e Luvizotto brigavam lado a lado a quarta posição.

Assim como na CB 300R, a primeira bateria da 600 Hornet teve abandono. Alan Douglas cometeu um erro e caiu na terceira volta. Já Douglas Figueiredo sofreu uma queda, na parte final da prova, mas voltou para disputa e finalizou em 12º.

Com pouco menos de duas voltas, Wesley Bertoni assumiu a primeira colocação e não largou mais. Maico Teixeira até tentou na última volta pressionar o paranaense, mas sem sucesso. Bertoni abriu uma diferença considerável para o gaúcho e caminhou livre para a vitória. “Foi uma briga limpa e bem disputada. Dei uma escapada e cometi dois erros na última volta. O Wesley aproveitou a chance e me ultrapassou. Ainda tentei na curva do mergulho, mas sem sucesso. Foi bom o segundo lugar pelo campeonato”, destaca Maico Teixeira, que assumiu a liderança da categoria com 98 pontos. Antigo líder, Ricieri Luvizotto caiu para a segunda posição, um ponto a menos que o rival.

“Tive uma boa largada. Consegui andar em primeiro, mas não deu para manter a posição. Tentei encostar no Maico e Wesley até o final, mas não teve jeito. O terceiro lugar está de bom tamanho”, completa Guga Folheto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *