Auto GP World Series: Victor Guerin será o Brasil na Auto GP World Series

Piloto paulista confirma acerto com equipe SuperNova estreia no fim de semana em Monza

O paulista Victor Guerin será o único piloto brasileiro na Auto GP World Series, uma das principais séries de monopostos internacionais que abrirá a temporada de sete rodadas duplas neste fim de semana em Monza, na Itália. Guerin, de apenas 19 anos, assinou com a SuperNova depois de chamar a atenção da equipe inglesa nos testes coletivos da semana passada na mesma pista. Em seu primeiro contato com o Lola B50-Zytek, Guerin liderou os ensaios matinais e fechou o dia na quarta posição, apenas dois décimos atrás do mais rápido dos dia.

Guerin disputou a Fórmula 3 italiana em 2011 e brilhou na última etapa, vencendo exatamente em Monza. Até a semana passada, a permanência na categoria era o cenário mais provável, mas o sucesso nos treinos da Auto GP provocou uma inesperada mudança no curso de sua carreira. “Na verdade, eu vinha pedindo para meu empresário que agendasse um teste com um carro mais forte porque acreditava que me daria bem. Quando surgiu a oportunidade, agarrei-a com as duas mãos”, disse. “Ficamos impressionados com a rapidez com que o Victor se adaptou ao carro”, elogiou John Sears, dirigente da SuperNova.

O piloto brasileiro, por sua vez, agradeceu à acolhida recebida em uma equipe com histórico vitorioso em divisões de acesso à Fórmula 1 como Fórmula 3000 e GP2. “Dizem que os ingleses são frios. Eles são sérios, mas também calorosos. Gostei do profissionalismo e da maneira como fui tratado. Embora a equipe tenha outro piloto mais experiente, recebi a mesma atenção, comentou Guerin. “Estou bastante motivado e ansioso. O carro pede mais concentração que o Fórmula 3, a corrida tem troca de pneus e é mais mais longa do que aquelas a que eu estava acostumado.”

A programação, que inclui ainda a inauguração do calendário do WTCC – Mundial de Carros de Turismo, será aberta na sexta-feira com duas sessões de treinos livres e a tomada classificatória. A primeira bateria, com duração aproximada de 50 minutos, está marcada para sábado e a segunda etapa, com inversão do grid dos oito primeiros em relação à prova anterior, fechará o programa no domingo. “Ganhei pela última vez em Monza, treinei pela última vez aqui. A pista não poderia ser a melhor para uma estreia, porque tem curvas de alta e poucas freadas fortes, tudo como gosto”, concluiu Guerin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *