AutoGP: Adrien Tambay e Carlos Iaconelli vencem Ímola

O francês Adrien Tambay (Charouz) e o brasileiro Carlos Iaconelli (Durango) foram os vencedores da 2ª rodada dupla da temporada, disputada no circuito de Ímola, em San Marino.

Prova 1:

O francês Adrien Tambay (Charouz) venceu no sábado (22/05), em Ímola, na Itália, a primeira prova da segunda rodada dupla da temporada. Os italianos Edoardo Piscopo (DAMS) e Fabio Onidi (Lazarus) completaram o pódio.

Pole-position o italiano Luca Filippi (Euronova) manteve a ponta na largada, porém acabou escapando, dando um passeio na brita na curva Tamburello, perdendo a posição para o compatriota Giorgio Pantano (Super Nova), retornado em 2º.

Com os pneus sujos Filippi fez o seu pit stop obrigatório logo na 4ª volta, com Pantano entrando duas voltas depois. Tambay permaneceu na pista por mais tempo, aproveitando a pista livre para fazer voltas rápidas.

Pantano retornou dos boxes logo à frente de Filippi, com os dois começando uma intensa luta com várias trocas de posição. A disputa acabou quando faltando cinco voltas para o final Filippi escorregou, ao tentar passar Pantano, perdendo a posição para Tambay.

Na volta final foi a vez de Pantano rodar, deixando o caminho livre para Tambay vencer na pista onde seu pai, Patrick, triunfou com a Ferrari no GP de Ímola de F-1 de 1983.

O brasileiro Carlos Iaconelli (Durango) terminou em 6º. Com o 8º lugar o espanhol Celso Miguez (RP) garantiu a pole para a segunda prova, com o grid invertido com os oito primeiros.

Final, prova 1:

1 – Adrien Tambay – Charouz – 19 voltas em 30’47″566
2 – Edoardo Piscopo – Dams – 0″937
3 – Fabio Onidi – Lazarus – 2″177
4 – Duncan Tappy – Dams – 3″437
5 – Jonny Reid – Super Nova – 18″112
6 – Carlos Iaconelli – Durango – 22″375
Volta mais rápida: Giorgio Pantano 1’33″279

Prova 2:

Iaconelli venceu a segunda prova, no domingo (23/05). Miguez foi o 2º, seguido pelo inglês Duncan Tappy ( DAMS).

Na largada o italiano Stefano Coletti (Charouz), terceiro no grid, partiu lentamente, sendo acertado pelo australiano Jonny Reid (Super Nova) iniciando uma sucessão de batidas, que envolveu Onidi, Filippi, Piscopo e o austríaco Walter Grubmuller (Charouz). Mesmo escapando ileso, Grubmuller foi levado para um hospital para exames.

Após o Safety-Car deixar a pista, Iaconelli ultrapassou Miguez na 4º volta, abrindo uma confortável vantagem no restante da prova. Miguez resistiu a forte pressão de Tappy, cruzando a linha de chegada com míseros 0s028 de vantagem. Tambay terminou em 4º.

A próxima etapa acontece nos dias 26 e 27 de junho, em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Final, prova 2:

1 – Carlos Iaconelli – Durango – 15 voltas em 26’09″983
2 – Celso Miguez – RP – 14″935
3 – Duncan Tappy – Dams – 14″963
4 – Adrien Tambay – Charouz – 15″727
5 – Federico Leo – Trident – 16″153
6 – Jan Charouz – Charouz – 16″598
Volta mais rápida: Carlos Iaconelli 1’33″770

Campeonato:

1. Piscopo 20 pontos; 2. Tambay 16; 3. Filippi e Tappy 13; 5. Onidi 12; 6. Iaconelli 10; 7. Arabadzhiev 8; 8. Charouz 7; 9. Zaugg e Miguez 6; 11; Reid 5; 12. Leal 3; 13. Grubmuller, Coletti e Leo 2; 16. Pantano 1.

Equipes:

1. DAMS 39 pontos; 2. Charouz Gravity Racing 27; 3. Euronova 13; 4. Lazarus 12; 5. Trident 11; 6. Durango 10; 7. SuperNova e RP Motorsport 6. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *