AutoGP: Estreante, Antonio Pizzonia vence em Curitiba

O brasileiro Antonio Pizzonia (Ombra) venceu neste sábado (21/07), em Curitiba, no Brasil, a prova de abertura da 6ª etapa da temporada. Foi a estréia de Pizzonia na categoria. O norueguês Pal Varhaug (Virtuosi UK) e o russo Sergey Sirotkin (Euronova) completaram o pódio.

Saindo da 3ª posição do grid, Pizzonia fez uma grande largada, assumindo a liderança na primeira curva. Rapidamente, o ex-piloto da Jaguar e Williams na F-1 abriu vantagem sobre Varhaug, chegando a cinco segundos na 7ª volta.

Após os pit stops obrigatórios, Varhaug conseguiu diminuir a diferença para Pizzonia para menos de dois segundos, sem, contudo ter chances de tentar a ultrapassagem.

Pizzonia, que substituiu na Ombra o venezuelano Giancarlo Serenelli (que disputa a GP2 Series na Alemanha), recebeu a bandeirada com 1s1 de vantagem sobre Varhaug.

“Estava preocupado com a largada e com o pit stop obrigatório. Como não tive tempo de treinar isso ontem, achei que poderia me complicar nesses dois momentos. Curiosamente, foi praticamente na largada em que consegui a vitória. Levei vantagem sobre os demais e assumi a ponta logo de cara”, afirmou o piloto, que compete pela Ombra Racing.

Além da boa largada, a estratégia de corrida foi determinante para o resultado. “Prevendo que poderia enfrentar problemas no pit, comecei a forçar o ritmo logo no início. Cheguei a abrir seis segundos do segundo colocado antes de entrar para os boxes. Minha parada não foi boa, mas como tínhamos forçado o ritmo no início, consegui voltar na frente, mesmo com o segundo colocado muito próximo de mim. Ou seja, se não tivesse andado no limite no início, poderia perder a liderança no pit stop”, acrescentou o brasileiro.

Sirotkin, que liderou a prova ao entrar nos pits quatro voltas depois que Pizzonia, fechou o pódio.

O holandês Daniel de Jong (Manor MP) terminou em 4º, seguido pelo parceiro de equipe, o neozelandês Chris van der Drift. Lider do campeonato, o britânico Adrian Quaife-Hobbs (Super Nova) terminou apenas em 6º, após ter problemas com a roda traseira direita durante seu pit stop.

Também estreando na categoria pela Ombra, o brasileiro Rafael Suzuki terminou em 7º.

“O primeiro stint era bom, mas perdemos um pouco de tempo nas últimas voltas antes do pit stop. Perdemos duas posições para os carros que pararam antes, e eu não consegui o mesmo ritmo com o segundo set de pneus. Mas de uma forma geral, para uma primeira experiência, foi um bom começo”, declarou Suzuki.

Final:

1.  Antonio Pizzonia Ombra 23 voltas 28m51s683
2.  Pal Varhaug Virtuosi UK + 1s142
3.  Sergey Sirotkin Euronova + 5s104
4.  Daniel de Jong Manor MP + 17s299
5.  Chris van der Drift Manor MP + 23s755
6.  Adrian Quaife-Hobbs Super Nova + 24s065
7.  Rafael Suzuki Ombra  + 33s184
8.  Francesco Dracone Virtuosi UK + 55s201
9.  Michele la Rosa MLR71 + 1m07s697

Abandonos:

Max Snegirev Campos 16 voltas
Sergio Campana Euronova 13 voltas
Giuseppe Cipriani Campos 0 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *