AutoGP: Vitória de Kevin Ceccon na Hungria sub judice

O italiano Kevin Ceccon (Ombra) venceu no sábado (04/06),a primeira prova da segunda etapa da temporada, disputada em Hungaroring, na Hungria. Contudo o resultado da prova está sub judice, devido a uma irregularidade cometida pelo piloto durante a prova. Ceccon acabou punido com o acréscimo de 50 segundos no tempo, contudo a equipe entrou com um recurso, que devolveu a vitória ao italiano.

Prova 1:

Ceccon foi punido por não diminuir a velocidade o suficiente, antes da entrada do Safety-Car no começo da prova. Com isso ele abriu uma confortável vantagem que permitiu ele trocar os pneus com tranqüilidade.  Com a punição ele havia caído para a 5ª posição.

O francês Adrien Tambay (DAMS), que herdou a vitória com a punição a Ceccon, voltou para a segunda posição, com o italiano Giovanni Venturini (Griffitz Durango) em 3º.

No dia 17 de junho a vitoria de Ceccon foi confirmada. A punição ao italiano foi diminuída de 60 para 25 segundos, o equivalente a um stop and go.

Final, prova 1:

1 – Kevin Ceccon – Ombra – 21 voltas em 35m17s721
2 – Adrien Tambay – Dams – 24″547
3 – Giovanni Venturini – Durango – 28″185
4 – Fabio Onidi – Lazarus – 29″288
5 – Sergey Afanasiev – Dams – 30″084
6 – Rodolfo Gonzalez – Campos – 38″140
7 – Fabrizio Crestani – Lazarus – 38″634
8 – Pasquale Di Sabatino – TP – 43″779
9 – Bruno Mendez – Campos – 44″898
10 – Rio Haryanto – Dams – 45″894
11 – Luca Filippi – Super Nova – 50″708
12 – Francesco Dracone – Emmebi – 1’11″600
13 – Samuele Buttarelli – TP – 1 volta
14 – Stefano Bizzarri – Ombra – 1 volta
15 – Giuseppe Cipriani – Durango – 3 voltas

Volta mais rápida: Luca Filippi 1’34″527

Abandono:
Marco Barba – Campos – 7 voltas

Prova 2:

No domingo (05/06), o russo Sergei Afanasiev (DAMS) venceu a segunda prova. O italiano Luca Filippi (Supernova Racing) e Bruno Méndez (Campos Racing) completaram o pódio.

Afanasiev assumiu a liderança antes do final da primeira volta, após o enrosco entre o venezuelano Rodolfo Gonzalez (Campos) e o italiano Fabrizio Crestani (Lazarus). No restante da prova Gonzalez controlou os ataques do italiano Luca Filippi (Super Nova), recebendo a bandeirada com um segundo de vantagem.

Venturini lidera o campeonato com 49 pontos, quatro a mais do que Ceccon.

A próxima etapa acontece entre os dias 17 e 19 de junho, em Brno, na República Checa.

Final, prova 2:

1 – Sergey Afanasiev – Dams – 16 voltas em 25m47s593
2 – Luca Filippi – Super Nova – 1″008
3 – Bruno Mendez – Campos – 16″694
4 – Adrien Tambay – Dams – 17″175
5 – Rio Haryanto – Dams – 18″912
6 – Fabio Onidi – Lazarus – 21″364
7 – Giovanni Venturini – Durango – 29″651
8 – Pasquale Di Sabatino – TP – 33″023
9 – Marco Barba – Campos – 33″562
10 – Kevin Ceccon – Ombra – 34″335
11 – Stefano Bizzarri – Ombra – 41″898
12 – Francesco Dracone – Emmebi – 57″180
13 – Giuseppe Cipriani – Durango – 1’01″792
14 – Fabrizio Crestani – Lazarus – 1’20″291
15 – Rodolfo Gonzalez – Campos – 1 volta

Volta mais rápida: Luca Filippi 1’35″266

Abandono:
Samuele Buttarelli – TP – 13 voltas

Campeonato:

1.Venturini 49; 2.Ceccon 45; 3.Afanasiev 40; 4.Tambay, Filippi 39; 6.Onidi 38; 7.Buttarelli, Barba 16; 9.Mendez 14; 10.Di Sabatino 11.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *