Automobilismo Carioca: Exército transfere Vila Militar para o Ministério dos Esportes e viabiliza no

Evento aconteceu na manhã desta sexta-feira, e contou com a presença de diversas autoridades

O Exército Brasileiro efetuou na manhã desta sexta-feira (9), em cerimônia ocorrida na cidade do Rio de Janeiro, a transferência da posse do terreno da Vila Militar, localizado na região de Deodoro, onde será construído o novo autódromo da capital fluminense, ao Ministério dos Esportes. Diversas autoridades participaram da solenidade, entre elas, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo , o secretário da Casa Civil do Estado, Régis Fichtner e do presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), Cleyton Pinteiro.

Com uma área de dois milhões e cem mil metros quadrados (o dobro do autódromo de Interlagos, em São Paulo), o novo autódromo já possui liberação prévia do INEA (Instituto Estadual do Ambiente), e a previsão é de que no mês de julho de 2014 o circuito já esteja pronto, possibilitando a realização de competições. Todas as instalações estarão prontas até janeiro de 2015 e construídas de acordo com as exigências da FIA – Federação Internacional de Automobilismo.

O projeto executivo que já está sendo preparado por engenheiros da Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro prevê uma obra com características bem modernas, incluindo passagens subterrâneas para serviços paralelos que estarão sendo executados sem interferir no trabalho de cada equipe. Os boxes terão mezaninos para escritório das equipe com o pé direto alto e condições de reversão na dimensão de cada um. atendendo a todas as solicitações da FIA. O término do processo de licitação é previsto para julho de 2013.

Muito bem humorado o prefeito Eduardo Paes destacou que a cerimônia de hoje comprova a preocupação da cidade com o automobilismo da cidade do Rio – “A transferência do terreno de Deodoro para o Ministério dos Esportes ratifica o comprometimento da prefeitura do Rio de Janeiro com a CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo na manutenção do esporte a motor no Rio”. E complementou dizendo que poderia “roubar” a Fórmula 1 de São Paulo. Terminou dizendo que os governos municipais, estaduais e federais estão devendo essa satisfação a comunidade do automobilismo carioca. E agora estamos fazendo o que foi prometido à CBA.

O presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Cleyton Pinteiro, declarou que o novo autódromo trará de volta o automobilismo para a cidade do Rio que tantas lembranças boas já trouxeram para o povo carioca e brasileiros em geral. “É o marco do retorno do automobilismo no Rio”, disse.

O presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro (FAERJ) Djalma Neves revelou acreditar que o futuro autódromo trará uma nova fase ao esporte a motor fluminense:

“Depois de cinco anos de instabilidade e sem saber se poderíamos manter as provas em calendários nacionais, agora podemos olhar para frente e fazer uma programação com pilotos, equipes, empresas fornecedoras e patrocinadores. Estamos com o sentimento de vislumbrar um novo automobilismo no Rio.”

Aldo Rebelo citou o ex-piloto Chico Serra (presente a solenidade) para destacar os feitos dos pilotos brasileiros nas diversas categorias do automobilismo mundial:

“O Chico (Serra) é um representante de todos os pilotos que ajudaram a levar o nome do Brasil ao exterior através do automobilismo. Nosso País tem diversos ídolos no esporte a motor, e isso não é por casualismo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *