Barrichello revela retirada de tumor após Corrida de Duplas da Stock Car

No começo deste ano, Rubens Barrichello passou por um princípio de AVC após ter sido internado em um hospital nos Estados Unidos com uma forte dor de cabeça. Em entrevista ao programa da TV Globo Conversa com Bial, nesta segunda-feira, o ex-piloto de Fórmula 1 revelou que o problema o ajudou indiretamente a descobrir um tumor benigno que tinha no pescoço, o qual já foi retirado.

“Depois de todo o acontecido, eu fui fazer um monte de exames para saber. Minha familia queria saber como eu estava. Fui fazer um exame e acharam um tumorzinho aqui [apontou para o pescoço]. Abriu e tirou”, contou enquanto mostrava a cicatriz no local.

“Tirei depois da corrida (da Stock Car). Tirei rapidinho, afinal de contas era benigno, mas eu precisava tirar porque ele cresce. Como não quero incômodo dentro do meu carro…”, seguiu o piloto.

Durante a entrevista, Barrichello também deu mais detalhes sobre o ocorrido. O piloto relatou a dor de cabeça como muito forte e classificou-a como “de 0 a 10, (nota) 8 ou 9”. Rubinho contou que naquele dia havia acordado cedo para levar seu filho para assistir as 24 Horas de Daytona e enquanto tomava banho, sentiu esta forte dor de cabeça: “Era para quebrar mesmo”.

Então percebeu que algo não estava certo e deitou no chão, evitando acordar a família. mas acabou indo para o hospital e descobriu que uma veia havia estourado e, no caminho para o médico, acabou se regenerando. “Quando saí do hospital, eles falaram: ‘14% das pessoas que entram como você entrou saem como você saiu’. O restante tem sequela, pode morrer, tem uma série de coisas”, confessou.

Barrichello tem 45 anos e segue competindo normalmente na Stock Car, onde ocupa a terceira posição no campeonato após a disputa de duas etapas.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *