Blancpain Sprint Series: Laurens Vanthoor e Robin Frijns dominam em Brands Hatch

A dupla formada pelo belga Laurens Vanthoor e o holandês Robin Frijns, a bordo do Audi R8 da Belgian Audi Club Team WRT, dominou a segunda etapa do Blancpain Sprint Series, disputada em Brands Hatch, na Inglaterra.

Frijns/Vanthoor dominaram o final de semana, com a pole-position e a vitória nas duas provas. O resultado apagou a decepção da primeira etapa do ano, em Nogaro, na França, quando Frijns bateu o Audi em um treino. O carro ficou muito danificado, e a dupla não disputou a etapa.

Estreando na temporada, após ficarem fora da etapa de Nogaro, devido a etapa de Ribeirão Preto da Stock Car, a dupla Átila Abreu/Valdeno Brito Filho (BMW Sports Trophy Team Brasil BMW Z4) terminou em segundo nas duas provas.

Na prova classificatória, Abreu/Brito terminaram em terceiro. Mas ganharam uma posição com a punição de 30 segundos recebida pela dupla Enzo Ide/Christopher Mies (Belgian Audi Club Team WRT, Audi R8LMS Ultra).

“Foi um fim de semana muito bacana. Começou meio conturbado, mas fomos evoluindo e conquistamos resultados animadores para o restante da temporada, com dois segundos lugares. Tivemos muito aprendizado nesta etapa. Acredito que poderemos brigar por vitórias e pódios ao longo do ano, que virão com bastante trabalho. Na corrida 1 o Valdeno largou bem, e a equipe fez um bom trabalho no pit stop. Também fui me acostumando ao carro e ao circuito. Na corrida 2, saindo em P2, sabia que era importante manter a posição e consegui ter um ritmo forte. Fizemos mudanças no carro que surtiram resultados, tanto que mantivemos um bom ritmo. O Valdeno assumiu a segunda parte da prova e administrou bem, e novamente contamos com o bom pit stop da equipe. Foi um fim de semana perfeito”, comemorou o aniversariante Átila Abreu.

“Foi ótimo voltar aqui e conseguir esse resultado. O segundo lugar estava entalado, desde o ano passado, quando nos tiraram do pódio por uma punição injusta. Toda equipe fez um bom trabalho. Foi um ótimo fim de semana. O time está de parabéns, pois era o máximo que nosso carro poderia andar. Tudo funcionou perfeitamente”, relatou animado Valdeno Brito.

A dupla Craig Dolby/ Sean Walkinshaw (MRS GT Racing, Nissan GT-R Nismo GT3) herdou a última vaga do pódio.

Os brasileiros Sérgio Jimenez/Cacá Bueno (BMW Sports Trophy Team Brasil BMW Z4), também ausentes da primeira etapa por compromissos com a Stock, terminaram em quarto nas duas provas.

“Na corrida 1 larguei bem e fui por fora, quase consegui pular para terceiro, mas tomei um toque e caí posições. O ritmo era bom, mas atrás dos outros carros, não conseguíamos bom rendimento. No final ganhamos duas posições e terminamos em quarto. Na corrida 2, nosso ritmo não era tão bom, porque não encontramos o balanço ideal. Foi um resultado médio, mas para equipe foi bem positivo”, declarou Sérgio Jimenez.

Frijns/Vanthoor lideram o campeonato com 51 pontos, seguidos por Stéphane Ortelli  com 42.

A próxima etapa acontece no dia 7 de junho, em Zolder, na Bélgica.

Final, prova classificatória:

1 – Frijns-Vanthoor (Audi R8) – WRT – 42 voltas
2 – Abreu-Brito (BMW Z4) – Brasil – 26″711
3 – Walkinshaw-Dolby (Nissan GT-R) – MRS – 27″054
4 – Bueno-Jimenez (BMW Z4) – Brasil – 27″515
5 – Estre-Bell (McLaren 650S) – Attempto – 28″011
6 – MayrMelnhof-Winkelhock (Audi R8) – Phoenix – 35″082
7 – Von Thurn und Taxis-Catsburg (Lambo Gallardo) – Reiter – 47″249
8 – Nash-Stippler (Audi R8) – WRT – 56″429
9 – Ide-Mies (Audi R8) – WRT – 56″520 *
10 – Seefried-Siedler (Ferrari 458) – Rinaldi – 1’06″458
11 – Richelmi-Ortelli (Audi R8) – WRT – 1’09″312
12 – Bonanomi-Salaquarda (Audi R8) – ISR – 1’17″436
13 – Lombard-Szymkowiak (Bentley Continental) – HTP – 1’17″946
14 – Karachev-Schneider (Mercedes SLS) – GT Russian – 1 volta
15 – Mowle-Osborne (BMW Z4) – Triple Eight – 1
16 – Fjordbach-Fjordbach (Audi R8) – ISR – 1
17 – Thuner-Wlazik (McLaren 650S) – Attempto – 1
Abandonos:

 Vasilyev-Asmer (Mercedes SLS) – GT Russian – 24 voltas
* Punido em 30″

Final, prova classificatória:

1 – Frijns-Vanthoor (Audi R8) – WRT – 42 voltas
2 – Abreu-Brito (BMW Z4) – Brasil – 14″168
3 – Estre-Bell (McLaren 650S) – Attempto – 18″444
4 – Bueno-Jimenez (BMW Z4) – Brasil – 24″033
5 – Von Thurn und Taxis-Catsburg (Lambo Gallardo) – Reiter – 27″682
6 – Walkinshaw-Dolby (Nissan GT-R) – MRS – 31″656
7 – Richelmi-Ortelli (Audi R8) – WRT – 37″067
8 – MayrMelnhof-Winkelhock (Audi R8) – Phoenix – 37″373
9 – Nash-Stippler (Audi R8) – WRT – 44″058
10 – Karachev-Schneider (Mercedes SLS) – GT Russian – 58″906
11 – Bonanomi-Salaquarda (Audi R8) – ISR – 59″849
12 – Lombard-Szymkowiak (Bentley Continental) – HTP – 1’07″646
13 – Vasilyev-Asmer (Mercedes SLS) – GT Russian – 1’08″896
14 – Ide-Mies (Audi R8) – WRT – 1’09″450
15 – Fjordbach-Fjordbach (Audi R8) – ISR – 1 volta
16 – Mowle-Osborne (BMW Z4) – Triple Eight – 1
17 – Thuner-Wlazik (McLaren 650S) – Attempto – 1

Abandono:
Seefried-Siedler (Ferrari 458) – Rinaldi – 3 voltas

Il campionato
1.Vanthoor-Frijns 34; 2.Ortelli-Richelmi 33; 3.Martin-D.Muller 31; 4.Abreu-Brito 24; 5.Mies-Ide 19; 6.Estre-Bell 17; 7.Bueno-Jimenez 15; 8.Seefried-Siedler 13; 9.Abril-Buhk, Walkinshaw-Dolby 12.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *