Blancpain Sprint Series: Maximilian Buhk/Maximilian Götz vencem prova principal em Nogaro

A dupla Maximilian Buhk/Maximilian Götz (Mercedes SLS/HTP) venceu nesta segunda-feira (21/04), no Circuito Paul Armagnac, em Nogaro, na França, a prova principal da etapa de abertura da temporada. A dupla Stéphane Ortelli/Grégory Guilvert (Audi R8 LMS/G Drive) terminou em segundo, seguida pela dupla Mateusz Lisowski/ Vincent Abril (Audi R8 LMS/WRT).

Durante a volta de apresentação, o pole-position o brasileiro Cesar Ramos (Audi R8 LMS/WRT) foi acertado pelo segundo no grid, Niki Mayr-Melnhof     (Audi R8 LMS/Phoenix). Ramos levou o carro para os pits, abandonando com a suspensão quebrada. Mayr-Melnhof continuou na prova, mas com a frente danificada, abandonou na metade da corrida.

Na largada, o brasileiro Sergio Jimenez (BMW Z4/Team Brasil) assumiu a liderança, seguido por Buhk. Na quarta volta, o alemão superou Jimenez, pela primeira posição. Pouco depois, Guilvert também passou Jimenez. Buhk tinha nove segundos de vantagem.

Com um rápido pit stop (que rendeu a equipe um cheque de 2.000 € por vencer o Pitstop Challenge), a G-Drive Racing devolveu Ortelli quatro segundos atrás de Götz.

Volta a volta, o monegasco foi diminuindo a diferente, mas Götz manteve o controle até o final recebendo a bandeirada com dois segundos de vantagem.

O brasileiro Cacá Bueno manteve o terceiro lugar até três voltas do final, quando foi superado por Abril, e na volta seguinte por Stef Dusseldorp (Mercedes SLS/HTP).

A dupla Jeroen Bleekemolen/Hari Proczyk (Lamborghini/Grasser) terminou em sexto, seguida pelas duplas René Rast/Enzo Ide (Audi R8 LMS/WRT) e Fabio Onidi/Giogio Pantano (McLaren MP4-12C/Bhaitech). As duplas Marc Basseng/Alessandro Latif (Audi R8 LMS/Phoenix) e Filip Salaquarda/Andrea Montermini (Ferrari 458/Villorba) completaram os dez primeiros.

O brasileiro Nelsinho Piquet (BMW Z4/Team Brasil) vinha na zona de pontos, até um pneu furar no final da prova.

A próxima etapa acontece em Paul Ricard, na França, entre os dias 17 e 18 de junho. 

Final:

1 – Buhk-Gotz (Mercedes SLS) – HTP – 41 voltas
2 – Guilvert-Ortelli (Audi R8 LMS) – G Drive – 1″721
3 – Lisowski-Abril (Audi R8 LMS) – WRT – 29″602
4 – Afanasiev-Dusseldorp (Mercedes SLS) – HTP – 30″677
5 – Bueno-Jimenez (BMW Z4) – Team Brasil – 32″513
6 – Proczyk-Bleekemolen (Lamborghini) – Grasser – 33″589
7 – Ide-Rast (Audi R8 LMS) – WRT – 34″031
8 – Onidi-Pantano (McLaren MP4-12C) – Bhaitech – 37″858
9 – Latif-Basseng (Audi R8 LMS) – Phoenix – 52″727
10 – Salaquarda-Montermini (Ferrari 458) – Villorba – 1’00″637
11 – Fumanelli-Colombo (BMW Z4) – ROAL – 1’01″284
12 – Toril-Bastian (Mercedes SLS) – Fortec – 1’01″559
13 – Alex Zanardi (BMW Z4) – ROAL – 1’06″847
14 – Lloyd-Pentus (McLaren MP4-12C) – Bhaitech – 1’22″142
15 – Stumpf-Piquet (BMW Z4) – Team Brasil – 2’12″774

Volta mais rápida: Proczyk-Bleekemolen 1’27″404

Abandonos:
Halek-Enge (Lamborghini) – Grasser – 37 voltas
MayerMelnhof-Winkelhock (Audi R8 LMS) – Phoenix – 21 voltas
Hayek-Kox (Lamborghini) – Blancpain – 0 volta
Ramos-Vanthoor (Audi R8 LMS) – WRT – 0 volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *