Brasileiro de Arrancada: Cacá Daud sofre acidente no Brasileiro de Arrancada e agradece apoio de fãs

O piloto Cacá Daud sofreu um acidente durante a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Arrancada, no último domingo (28), no Velopark, em Nova Santa Rita/RS, a 30 km de Porto Alegre. O Vectra de 1.000 cavalos de potência do piloto perdeu o controle e bateu contra o muro de proteção, a 260 km/h, após cruzar o fim do percurso da reta de 402 metros.

“Eu tirei o pé do acelerador, acionei o pára-quedas e o carro perdeu o controle. O prejuízo foi apenas material. Sai rapidamente do carro e a equipe de socorro chegou cerca de 30s após o acidente para prestar o atendimento. Graças a Deus o prejuízo foi apenas material”, disse o piloto.

 

Nesta segunda-feira à noite, pelo Facebook, o piloto agradeceu o apoio e carinho de todos os fãs e de pilotos da modalidade. “Boa noite a todos!! Muito obrigado pelas orações!! Estou bem, bem de verdade!!! Fiz todos os exames possíveis e foram apenas alguns cortes!! Estou muito feliz por saber que tanta gente me quer bem e que tenho MUITOS amigos e uma família maravilhosa!!! Carro… A gente faz outro… Mais bonito e ainda mais SEGURO!!!!”, comentou o piloto na mídia social.

 

Até as 23h50 desta segunda-feira, o recado do piloto já tinha sido “curtido” por mais de 130 fãs, além de receber outros 85 comentários de apoio, no post, e dezenas de mensagens pela rede virtual. “O que fica deste acidente é o enorme carinho que os fãs tem comigo. Isso é o que irá me ajudar a reconstruir o carro e retornar para as pistas. Amo o esporte Arrancada e o acidente provou que a Arrancada é um esporte seguro”, disse o piloto.

 

Recordes mantidos

Mesmo com o acidente, o piloto ainda mantém os recordes brasileiros nas duas principais pistas do Brasil. Daud já atingiu velocidade final de 287km/h e percorreu o trecho em 8s520, no Autódromo de Curitiba, e 8s559, no Velopark.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *