Brasileiro de Rally Cross Country: Maurício Neves e Clécio Maestrelli foram os mais rápidos no prólogo

As duplas Maurício Neves/Clécio Maestrelli e Fellipe Bibas/Emerson Cavassin conseguiram um bom resultado para a equipe ProMacchina ao fazer, segundo o resultado extra-oficial, a dobradinha no primeiro dia do Rally de Barretos, prova de abertura do Campeonato Brasileiro de Cross Country. A especial de hoje (sábado, 8), foi disputada num trecho de aproximadamente 50 quilômetros de estradas não pavimentadas e com piso e topografia alternadas. A primeira fase passou por estradas marcadas por erosão e lombas, porém permitindo que os carros mais rápidos atingissem velocidade máxima em torno de 170 km/h. Já no segundo trecho, em meio a um canavial alto, piso mais arenoso e curvas muito fechadas, o ritmo foi notoriamente mais lento.

A largada promocional do Rally de Barretos aconteceu na noite de sexta-feira em meio a uma grande multidão que lotou a região dos lagos da cidade famosa pela sua Festa do Peão do Boiadeiro. Hoje os carros, caminhões, motos e quadriciclos definiram as posições de largada em suas respectivas categorias com a disputa de um prólogo no circuito de 3 km montado no Parque do Peão. Além do equivalente à pole position de um GP de F1, a o melhor tempo da sessão valia um ponto extra no campeonato. Neves e Maestrelli registraram 2m15s2, o melhor tempo para esse trajeto e foram os primeiros a largar para a especial do dia.


 


A partir das 16 horas 26 automóveis e três caminhões disputaram a primeira especial, sempre sob sol forte. Um número reduzido de concorrentes ficou pelo caminho após pequenos acidentes ou quebras mecânicas. De volta ao parque de apoio Maurício Neves e Clécio Maestrelli confirmavam que o rendimento de sua Mitsubishi L200 Evo PROM foi impecável, mas que isso não garantiu um dia tranqüilo:


 


“Nossos carros ainda estão em uma fase intermediária de preparação. Por isso fomos obrigados a pilotar com cuidado e prestar muita atenção no funcionamento da transmissão”, declarou Maurício Neves, que na primeira fase da prova especial estava em segundo lugar, atrás dos seus companheiros de equipe. As posições só foram alternadas quando, na segunda metade dessa prova especial Bibas e Cavassin chocaram seu carro contra o mourão de uma porteira, como explica o piloto:


 


“Eu vinha muito rápido e acabei raspando o mourão com a roda ligeiramente esterçada. O choque foi violento e desalinhou toda a suspensão. Nossos mecânicos, porém, já me garantiram que amanhã cedo terei um carro completamente recuperado para garantir a primeira dobradinha da ProMacchina deste ano.”


 


O Rally de Barretos termina amanhã, com a disputa da segunda prova especial em um percurso de aproximadamente 100 km. Na prova especial de hoje os cinco primeiros classificados, pelo resultado extra oficial, foram:


1.)  Maurício Neves/Clécio Maestrelli, Mitsubishi L200 Evo PROM, 37m6s0;


2.)  Fellipe Bibas/Emerson Cavassin, Mitsubishi L200 Evo PROM, 38m4s0;


3.)  Reinaldo Varella/Marcos Macedo, Mitsubishi L200 RS, 38m12s0;


4.)  Jean Azevedo/Yossef Haddad, Mitsubishi L200 Evo, 38m51s0


5.)  José Sawaya/André Sawaya, Mitsubishi L200 RS, 39m15s0


 


A equipe Promacchina Rally é patrocinada pela Mitsubishi, Cimed Genéricos, VIVO, Unilance Consórcios, Avalon Táxi Aéreo e conta com o apoio técnico da Mahle Original, Mahle Filters, TSW rodas, EBC Brakes e BorgWarner Turbos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *