Capacete de Ouro: História do automobilismo brasileiro é homenagedo no Capacete de Ouro 2007

Pedro Muffato, família Fittipaldi, Felipe Massa e Nelsinho Piquet foram homenageados no Capacete de Ouro representando o passado, o presente e o futuro do nosso automobilismo.

Aconteceu na última segunda-feira (26/11) a edição 2007 do Capacete de Ouro, realizada no Teatro Alfa em São Paulo (SP). A noite de gala contou com a presença de vários pilotos que fizeram e fazem história no automobilismo, além dos jovens talentos que lutam por um lugar no topo.

Pela primeira vez nessa premiação a família Fittipaldi foi homenageada: representada por Wilson Fittipaldi Jr. e seu filho Christian, esse sempre o primeiro a subir no palco devido a necessidade de se retirar do evento devido a um compromisso que deveria realizar nos Estados Unidos.

Christian falou com emoção da tragetória e das dificuldades enfrentadas pelo pai e pelo tio, Emerson Fittipaldi na empreitada da primeira e única equipe brasileira na Fórmula 1, a Fittipaldi, mais conhecida no país como Coopersucar devido a um patrocinador da época. O piloto também comentou sobre sua contratação pela Andretti-Green para participar do campeonato de American Le Mans Series e sobre o projeto da Honda em disputar as 24 Horas de Le Mans até 2010; Christian terá a missão de contribuir no desenvolvimento do carro para que esse projeto torne-se realidade e mostrou muito entusiasmo em voltar a pilotar um “carro com muita potência”, como ele mesmo classificou.

Após a saída de Christian Fittipaldi, o evento teve início com mais homenagens, como a oferecida a Augusto Cesário, dirigente da Cesário Fórmula de Fórmula 3 por 30 anos dedicados ao automobilismo. Os institutos também receberam uma homenagem especial: Felipe Massa (Unicef), Ingo Hoffmann (Instituto Ingo Hoffmann) e Tony Kanaan (representando o Instituto Barrichello-Kanaan) receberam uma placa das mãos de Wanderley Nunes, cabelereiro participante do evento.

Os pilotos participantes dos campeonatos de Mitsubishi foram os primeiros a receberem seus trofeus conforme classificação em seus respectivos campeonatos.

O primeiro vencedor da noite saiu da categoria Revelação, ficando com o jovem de 10 anos Erik Gasparini. Perguntando sobre quem seria seu ídolo no automobilismo, o jovem piloto mesmo estando a frente de Felipe Massa não exitou ao mostrar sua preferência por Michael Schumacher.

Nova parada agora para a homenagem oficial a família Fittipaldi, agora com Wilsinho Fittipaldi sendo convidado a subir ao palco junto com dois carros da extinda equipe, o FD-01 e o FD-04. Wilsinho falou sobre as dificuldades da construção dos carros, formação da equipe e que quando decidiram fechar as portas do time devido a falta de patrocínio andavam a frente dos Williams e McLarens. Por duas vezes o ex-piloto e chefe de equipe não conseguiu terminar suas explicações devido a emoção; o público aplaudia a cada parada com entusiasmo. Emerson Fittipaldi também participou do evento, enviando um vídeo gravado na Malásia, onde disputou no último final de semana a rodada dupla da A1GP conquistando inclusive um pódio com o piloto Sérgio Jimenez. Sid Mosca fechou a homenagem com chave de ouro, entregando a Wilsinho um capacete com pintura especial de presente e também sendo lembrando pelo amigo graças a pintura do primeiro carro da equipe que o jovem Sid preparou para o lançamento do time brasileiro.

Após essa homenagem a premiação recomeça, com Rafael Tulio e Gilvan Jablonski vencendo na categoria Rally e Maurício Neves e Clácio Maestreli na Off-Road. Clemente Faria Jr., campeão da F3 Sulaericana foi o vencedor na categoria Fórmula, recebendo seu prêmio das mãos do experiente Roberto Pupo Moreno.

Ricardo Maurício entregou o prêmio a César Urnhani, vencedor da categoria Vip onde concorrem os pilotos das categorias Trofeo Maserati, Porsche Cup e GT3 Brasil. Tony Kanaan sagrou-se tricampeão na categoria Top, superando Hélio Castroneves (que não pode comparecer por estar participando da “Dança dos Famosos” nos Estados Unidos) e Bruno Junqueira.

José Cordova, atual líder da Copa Renault Clio foi o vencedor na Turismo, uma das categorias mais disputadas uma vez que concorrem os pilotos de certames como Copa Clio, Stock Car V8 Light, Stock Jr., Brasileiro de Marcas e Pilotos, etc.

No kart o jovem Dennis Dirani, piloto já entrevistado no programa Speed Rock superou André Nicastro e Felipe Fraga. Na Internacional, Lucas Di Grassi, vice-campeão da GP2 Series sagrou-se campeão, com Raphael Mattos campeão da ChampCar Atlantic conquistando a prata e Diego Nunes o bronze. Lucas ao ser perguntado sobre seu futuro disse que é piloto do Projeto de Desenvolvimento da Renault e aguarda definições para 2008, e nesse momento está trabalhando apenas no desenvolvimento do novo carro da GP2 Series, além de participar das corridas de kart no Brasil, onde no último final de semana venceu uma prova no Desafio das Estradas (SC), superando Michael Schumacher na pista. Mattos mostrando um forte sotaque ao falar em português também não tem nada definido para o próximo ano, porém realizará testes em breve na ChampCar e também nos carros de Grand-AM.

O apresentador Otávio Mesquita sobe ao palco para homenagear Nelsinho Piquet como “Novo talento”. O jovem brasileiro que deverá estrear pela Renault em 2008 ainda não confirmou sua participação na categoria máxima do automobilimo, mesmo após várias investidas de Mesquita. A ultrapassagem entre Piquet e Senna ocorrida na Hungria em 86 foi mostrada no telão, e Nelsinho comentou que seu pai teria uma versão diferente sobre aquele momento, um dos mais belos da F1 em todos os tempos, cada vez que resolve contar a história: coisas do nosso tricampeão.

A premiação recomeça com Felipe Giaffone vencendo na Truck e recebendo o prêmio do companheiro de pista Geraldo Piquet. Pedro Muffato, também disputando o campeonato é convidado a subir ao palco para ser homenageado devido a tudo que já fez pelo esporte. Aos 65 anos de idade, Muffato é o piloto mais experiente em atividade no Brasil e dizem que até no mundo, tendo passagem pelas mais difersas categorias do nosso automobilismo e também um dos idealizadores da F3 Sulamericana, que disputou até 1993, quando sofreu um grave acidente. O paranaense mostrou emocionado ao receber a homenagem, pois afirmou que sempre fez tudo por amor ao esporto e nunca para ganhar algo em troca, mas foi uma homenagem mais do que merecida, com todo a platéia aplaudindo o piloto em pé.

Cacá Bueno, bicampeão da Stock Car V8 foi o campeão da categoria Nacional. João Santana e Victor Genz conquistaram o Capacete de Ouro na Endurance.

Felipe Massa fechou a noite recebendo o prêmio na categoria F1, onde concorreu com Barrichello. Rubens não compareceu a entrega do prêmio devido a compromissos familiares. Massa recebeu seu segundo Capacete de Ouro das mãos de seu pai Titonio. No final, toda a família Massa foi convidada a subir ao balco, além do empresário do piloto, Nicolas Told, filho de Jean Todt para assistirem a manobra entre Massa e Kubica no GP do Japão desse ano, premiado como o “melhor momento do automobilismo em 2007”, segundo a Revista Racing.

Aproximadamente 1.000 pessoas estiveram presentes ao evento, entre pilotos, chefes de equipe, imprensa e pessoas envolvidas com automobilismo.

Confira abaixo a tabela completa dos três melhores em cada categoria oferecida pelo Capacete de Ouro:

Categoria Fórmula 1
1 – Felipe Massa
2 – Rubens Barrichello

Categoria Top
1 – Tony Kanaan
2 – Hélio Castroneves
3 – Bruno Junqueira

Categoria Internacional
1 – Lucas Di Grassi
2 – Raphael Mattos
3 – Diego Nunes

Categoria Nacional
1 – Cacá Bueno
2 – Ricardo Mauricio
3 – Thiago Camilo

Categoria Fórmula
1 – Clemente Faria Jr.
2 – Mario Romancini
3 – Fernando Galera

Categoria Turismo
1 – José Cordova
2 – Thiago Riberi
3 – Geraldo Sermann

Categoria Endurance
1 – João Santana/Victor Genz
2 – Paulo Varassim/Lourenço Varassim/ Fabio Machado
3 – José Hoffig Ramos/Maicon Tumiate

Categoria Vip
1 – César Urnhani
2 – Ricardo Baptista
3 – Renato Cattalini

Categoria Truck
1 – Felipe Giaffone
2 – Roberval Andrade
3 – Wellington Cirino

Categoria Rali
1 – Rafael Tulio/Gilvan Jablonski
2 – Ulysses Bertholdo/Sidney Broering
3 – Fabio Dall’Agnol/Marcelo Dalmut

Categoria Off-Road
1 – Maurício Neves/Clácio Maestreli
2 – Paulo Nobre/Felipe Palmeiro
3 – Felipe Bibas/Emerson Cavassin

Categoria Kart
1 – Dennis Dirani
2 – André Nicastro
3 – Felipe Fraga

Categoria Revelação
1 – Érik Gasparini
2 – Guilherme Silva
3 – Jonathan Louis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *