ChampCar: Bruno Junqueira busca a pole nas ruas de San Jose

Sai a região central do Canadá e entra em cena o coração do Vale do Silício, região que concentra as principais corporações dos setores de informática e tecnologia de ponta do planeta, na ensolarada Califórnia. Depois das ruas de Edmonton, outro traçado provisório aguarda por pilotos e equipes da F-Mundial, na nona etapa da temporada. Pelo segundo ano consecutivo, a categoria faz uma parada em San Jose. Pela frente, um circuito de 2.320m de extensão que, em relação à prova inaugural, sofreu uma série de melhorias. No ano passado, a presença de trilhos de trem ao longo da pista fez com que alguns pontos se transformassem em verdadeiras rampas, com os carros decolando ao longo do GP. O primeiro treino oficial para a corrida de domingo (30) acontece nesta sexta-feira, às 18h20 (de Brasília).

A pista californiana foi totalmente reasfaltada, com atenção especial para os trechos que atravessam trilhos, de modo a reduzir as ondulações, como o Almaden Blvd. Foi criada uma área de escape no cotovelo após a reta principal, um dos pontos críticos do traçado e a entrada dos boxes foi alargada, diminuindo o tempo perdido nos pit-stops. Bruno, que em 2005 acompanhou nos boxes da Newman-Haas a edição inaugural do GP, um grande sucesso de público, está confiante em brigar pela pole e acredita que, em sua configuração atual, o circuito pode propiciar boas condições para acelerar.

“Acompanhei ao vivo a etapa inaugural no ano passado, mas essa será minha primeira vez aqui no circuito de San Jose. No ano passado houve diversas reclamações quanto à ondulação da pista, mas, para esse ano foram feitas algumas mudanças que devem ajudar bastante. A etapa do ano passado foi um grande evento, com público maior do que esperado, e nessa edição devemos esperar outra grande corrida. Estou bastante ansioso com a minha estréia aqui, e acreditando que possamos alcançar um ótimo resultado”, explica Bruno, obrigado a abandonar o GP de Edmonton depois da quebra do câmbio de seu Lola/Cosworth. A exemplo de Edmonton, ele parte do acerto usado pela equipe no ano passado mas, ao contrário da prova canadense, em que a Newman-Haas teve dificuldade para encontrar o acerto ideal na corrida de estréia, em San Jose a equipe se destacou desde os primeiros treinos. Bruno ocupa a nona posição na classificação do campeonato, mas tem a chance de sair da Califórnia como quinto colocado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *