ChampCar: Bruno Junqueira garante o sétimo lugar em Houston e segue entre os primeiros no campeonato

Uma corrida em que a experiência prevaleceu e que premiou quem teve calma para esperar as melhores oportunidades se não deu, ao mineiro Bruno Junqueira (Telemont/Brasil Telecomunicações), o resultado imaginado no início do fim de semana, garantiu sua continuidade entre os cinco primeiros do campeonato da F-Mundial, antes da pausa de quase dois meses, em que ele poderá garantir uma maior adaptação à equipe Dale Coyne. Depois de largar em décimo nas ruas em torno do Reliant Park e chegar a andar em quinto, o piloto de Belo Horizonte recebeu a bandeirada do GP de Houston, terceira etapa da temporada, em sétimo, e mantém a condição de um dos mais regulares deste começo de disputa, o que se reflete na quinta posição na pontuação acumulada.

Se os demais pilotos da categoria terão pela frente um teste em Portland, na primeira semana de maio, e só voltam a acelerar nesta mesma pista no dia 20 de junho, Bruno terá um calendário bem mais apertado. Na próxima sexta, ele volta ao cockpit de um carro da A1GP, a Copa do Mundo do Automoblismo, para a última etapa da temporada 2006/2007, no traçado inglês de Brands Hatch. A vitória em Houston, segunda consecutiva no ano, foi do tricampeão Sebastien Bourdais, fazendo dobradinha com o companheiro na equipe Newman/Haas/Lanigan, Graham Rahal. Melhor entre os estreantes, o ex-piloto de F-1 Robert Doornbos (Minardi Team USA) completou o pódio.


Bruno procurou fazer uma corrida conservadora, aproveitando-se dos erros e do excesso de arrojo dos adversários no traçado de rua. Depois de avançar na classificação no primeiro stint, ele viu seu esforço prejudicado por um problema no primeiro pit-stop, sob bandeira amarela, que o fez perder duas posições. A segunda parada para reabastecimento e troca de pneus foi perfeita, permitindo ao brasileiro manter o quinto lugar. Uma rodada, no entanto, o levou à sétima posição, em que permaneceu até a bandeirada.


“Numa pista tão dura de guiar, sabíamos que diversos erros ocorreriam. Nosso objetivo era não cometer nenhum e apenas nos beneficiar dos erros dos adversários, mas não foi bem assim. Acabamos errando também, mas estou
satisfeito com o 7º lugar na prova e pela nossa permanência entre os top 5 no campeonato, ainda há 13 etapas por vir, e nosso objetivo é continuar evoluindo a equipe a cada prova”, explica Bruno, com as atenções já voltadas para a corrida na Inglaterra, quando, mais uma vez, defenderá as cores do time verde-amarelo capitaneado por Emerson Fittipaldi. Entre o que pretende fazer logo que retornar aos EUA, Bruno espera finalmente conhecer a sede da Dale Coyne, nas proximidades de Chicago.


“Minha maior satisfação nessas três primeiras etapas foi ter conseguido ser constantemente competitivo e ter finalizado as corridas sem grandes problemas. Estou bastante confiante que as proximas provas serão ainda
melhores. Temos um longo intervalo agora, de cinco semanas, quando além da minha participação na última etapa da A1GP pelo time brasileiro, no próximo fim de semana, na Inglaterra, farei também um treino coletivo da Champcar e pretendo também passar algum tempo com a equipe em Chicago, já que devido às circunstâncias do nosso acerto para essa temporada eu ainda não tive a oportunidade de conhecê-la”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *