ChampCar: Bruno Junqueira tem dia de muito trabalho em Long Beach

Muito trabalho para o mineiro Bruno Junqueira (Telemont/Brasil Telecomunicações) no primeiro dia de treinos para o GP de Long Beach, segunda etapa da F-Mundial. Com uma pista ainda suja e um problema crônico de saída de frente do Panoz/Cosworth da equipe Dale Coyne, o mineiro foi obrigado a testar uma série de mudanças no acerto e, na primeira tomada de tempos, ainda não tinha em mãos um carro rendendo como esperava. Nono colocado na qualificação, com 1:09.099, ele volta à pista de rua do balneário californiano hoje, às 18h20, de Brasília, disposto a manter o bom retrospecto em posições de largada no circuito – nos últimos anos esteve sempre nas duas primeiras filas. Mais importante, sabe o que deve ser modificado para chegar a um bom resultado.

Nos treinos livres da manhã, Junqueira preferiu esperar que a pista ganhasse uma camada de borracha. Em sua primeira tentativa, andou abaixo de 1:11, o que lhe valia a sexta posição provisória. Com as seqüências de voltas, chegou a ocupar a quarta posição, terminando a sessão em sétimo. No curto treino que antecede a briga por um lugar no grid, garantiu a oitava marca, próximo do tempo que conseguiria mais tarde.

Bruno ganhou a pista quando faltavam 21 minutos para o fim da qualificação. Com o composto de pneu mais duro, voltou aos boxes com a sétima melhor marca (1:09.115). Em seguida, na segunda tentativa, com o mesmo tipo de pneu, acabou prejudicado por uma bandeira vermelha. Os minutos finais do treino foram frenéticos, com os 17 pilotos buscando baixar suas marcas. Bruno conseguiu, mas não foi o suficiente para ganhar posições. Na ponta, mais um bom desempenho do pole e vencedor em Las Vegas Will Power, que registrou 1:07.920 e garantiu, além de um ponto extra na classificação, um lugar na primeira fila para a corrida de domingo.

“Começamos o dia com o carro realmente ruim, fizemos algumas mudanças de manhã que ajudaram, mas ainda tínhamos problemas graves durante a classificação, com os freios bem ruins e o carro saindo muito de frente, o que me dificultou bastante a ser agressivo na sessão classificatória. Sei onde precisamos trabalhar e agora com mais tempo podemos fazer mudanças mais substanciais que possam realmente melhorar o acerto do carro, e assim buscar uma melhor posição no grid amanhã”, explicou Bruno.

GP de Long Beach
F-Mundial – segunda etapa

Grid provisório
1 – Will Power (AUS) Team Australia 1min07seg920
2 – Sebastien Bourdais (FRA) Newman/Haas/Lanigan 1min07seg970
3 – Simon Pagenaud (FRA) Team Australia 1min08seg200
4 – Alex Tagliani (CAN) RSports 1min08seg304
5 – Paul Tracy (CAN) Forsythe 1min08seg573
6 – Mario Domínguez (MEX) Forsythe 1min08seg708
7 – Tristan Gommendy (FRA) PKV Racing 1min08seg823
8 – Graham Rahal (EUA) Newman/Haas/Lanigan 1min09seg063
9 – Bruno Junqueira (BRA) Dale Coyne 1min09seg099
10 – Justin Wilson (ING) RSports 1min09seg553
11 – Alex Figge (EUA) Pacific Coast 1min09seg766
12 – Katherine Legge (ING) Dale Coyne 1min09seg766
13 – Dan Clarke (ING) Minardi Team USA 1min09seg773
14 – Ryan Dalziel (ING) Pacific Coast 1min09seg790
15 – Robert Doornbos (HOL) Minardi Team USA 1min09seg865
16 – Neel Jani (SUI) PKV Racing 1min09seg991
17 – Matt Halliday (NZL) Conquest 1min10seg155

** Todos os pilotos com chassi Panoz DP01 e motor Cosworth V8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *