ChampCar: Chuva e tráfego impedem Bruno Junqueira de brigar pela pole provisória em Portland

Não foi o dia dos sonhos do mineiro Bruno Junqueira (Banco Rural/Telemont/Grupo A & C) em Portland, palco da quinta etapa da F-Mundial mas, nem por isso o piloto da Newman-Haas tem motivos para desânimo. Uma combinação entre as mudanças repentinas no clima e o tráfego de concorrentes mais lentos na primeira qualificação o impediu de registrar uma volta competitiva e o deixou com a 11ª melhor marca (59seg576). Neste sábado, a partir das 17h45 (de Brasília), ele volta à pista disposto a conseguir um lugar na primeira fila do grid para a prova de domingo. O mais rápido na sexta-feira, com direito a um ponto extra, foi o norte-americano A.J.Allmendinger, com 58seg378, em sua estréia pela equipe Forsythe.

Já nos primeiros treinos Bruno sentiu que teria trabalho para encontrar o acerto ideal para seu Lola/Cosworth. O mineiro ganhou a pista apenas na meia hora final e, com um carro que mostrava desequilíbrio, ficou em sétimo. Ele iniciou o trabalho com o acerto usado em 2004, mas a queda na temperatura e a garoa o obrigaram a alterar as regulagens. “No intervalo entre o treino matinal e a classificação fizemos algumas modificações, nos afastando do acerto inicial, mas na parte da tarde acabou esquentando e novamente o set up não funcionou. Nessa pista eu e o Sebastien gostamos de acertos bastante diferenciados e isso dificulta a troca de informação, que hoje acho que nos fez falta”, explicou Bruno, referindo-se ao companheiro de equipe Sebastien Bourdais.

Sem participar do aquecimento que antecede a classificação, Bruno saiu para a tomada de tempos com apenas 16 minutos para o final. Na primeira tentativa, com pneus novos, escapou do tráfego, mas não da terra jogada na pista pela britânica Katherine Legge (PKV), na curva 1. Em seguida, uma bandeira vermelha interrompeu a sessão e fez com que todos os pilotos voltassem à pista ao mesmo tempo, tornando quase impossível baixar as marcas anteriores. Bruno ficou preso atrás do australiano Will Power (Team Australia).

“Desde as primeiras voltas dessa manhã já percebi que seria difícil conseguir um bom resultado nessa classificação, meu tempo ficou muito distante dos ponteiros e não conseguimos trabalhar uma melhora substâncial o suficiente… ainda não sei o que mudaremos para amanhã, pois aqui tudo depende muito do tempo, mas espero conseguir melhorar minha posição no grid de largada”.

Primeiro treino oficial
Piloto País Equipe Tempo
1 – A.J.Allmendinger (EUA) Forsythe 58seg378
2 – Sebastien Bourdais (FRA) Newman-Haas 58seg464
3 – Paul Tracy (CAN) Forsythe 59seg121
4 – Will Power (AUS) Team Australia 59seg160
5 – Alex Tagliani (CAN) Team Australia 59seg275
6 – Justin Wilson (ING) RuSport 59seg283
7 – Nelson Philippe (FRA) CTE-HVM 59seg354
8 – Dan Clarke (ING) CTE-HVM 59seg416
9 – Oriol Servia (ESP) PKV Racing 59seg485
10 – Cristiano da Matta (BRA) RuSport 59seg575
11 – Bruno Junqueira (BRA) Newman-Haas 59seg576

12 – Andrew Ranger (CAN) Conquest 59seg633
13 – Jan Heylen (BEL) Dale Coyne 59seg681
14 – Katherine Legge (ING) PKV Racing 59seg903
15 – Mario Dominguez (MEX) Forsythe 1min00seg035
16 – Nicky Pastorelli (HOL) Rocketsports 1min00seg333
17 – Charles Zwolsman (HOL) Conquest 1min00seg612
18 – Tonis Kasemets (LIT) Rocketsports 1min00seg089

* Todos os pilotos utilizam chassis Lola e motores Cosworth

Foto: Site oficial da categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *