ChampCar: Junqueira pronto para o México de olho na classificação entre os 5

Foram nove meses, 13 paradas em três continentes, circuitos de rua e permanentes, com características das mais variadas. No domingo (11), chega ao fim mais uma temporada da ChampCar que, levando milhares de espectadores às diversas etapas, proporcionou ao público um espetáculo emocionante.

O ano de 2007 ficará marcado pela estréia do novo chassi Panoz, pelo retorno da categoria à Europa e pelo desempenho de pilotos que se destacaram, caso do francês Sebastien Bourdais (Newman/Haas/Lanigan), tetracampeão antecipado.

Outro que se destacou e quer confirmar o momento positivo no GP do México, que encerra o campeonato no Circuito Hermanos Rodríguez, o mesmo que recebeu a F-1 até a década de 1980 é o mineiro Bruno Junqueira (Brasil Telecomunicações/Telemont). Grande nome dessa reta final, ele vem conseguindo os melhores resultados da história da Dale Coyne Racing. Nas três últimas corridas – Zolder (Bélgica), Assen (Holanda) e Surfers Paradise (Austrália), esteve no pódio, com um segundo e dois terceiros lugares. Agora, espera manter o desempenho, que pode lhe valer um lugar entre os cinco melhores do ano – apenas três pontos o separam da esperada posição na classificação geral.

O primeiro treino oficial para o GP está marcado para as 18h (de Brasília) e, se depender do retrospecto na pista mexicana, que tem como principal característica a influência da altitude, que rouba potência dos motores Cosworth V8 turbo e exige mudanças no acerto aerodinâmico dos carros, Bruno tem mesmo motivos para otimismo. Em quatro edições da prova largou entre os três primeiros (foi pole em 2002), e saiu em terceiro na prova de 2006. Um segundo lugar foi seu melhor resultado no GP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *