ChampCar: Mesmo com dificuldades nos pitstops Bruno é sétimo em Edmonton

Em uma categoria tão equilibrada quanto a Champcar, qualquer detalhe pode significar a diferença entre um fim de semana conforme as expectativas e um resultado que poderia ter sido ainda melhor.

Foi exatamente o que ocorreu com o mineiro Bruno Junqueira (Telemont/Brasil Telecomunicações) na oitava etapa da Champcar, o GP de Edmonton (Canadá). Depois de largar em sexto com um acerto perfeito para seu Panoz/Cosworth, o representante brasileiro na categoria viu as chances de subir na classificação da prova comprometidas por problemas em seus três pitstops. Se não foram muitos, os segundos perdidos em relação aos adversários nos boxes , eles impediram que o piloto da Dale Coyne fosse além do sétimo lugar. A prova foi vencida pelo francês Sebastien Bourdais (Newman/Haas/Lanigan), que recuperou a liderança do campeonato.

Logo na primeira bandeira amarela do GP, na quarta volta, Bruno, que caiu para sétimo na largada, voltou a andar em sexto, posição que manteve até sua primeira parada para reabastecimento e troca de pneus, feita sob nova neutralização, por detritos na pista do aeroporto da cidade canadense. Na relargada, o mineiro aparecia em oitavo, sempre próximo do canadense Paul Tracy (Forsythe). Depois de seu terceiro pit, Bruno iniciou uma boa disputa com o suíço Neel Jani (PKV Racing), a quem superou na 85ª volta, aproximando-se ainda do espanhol Oriol Servia (Forsythe), que recebeu a bandeirada sete décimos de segundo à sua frente.

Animado com o bom comportamento do carro, Bruno lamentou apenas o tempo perdido nos boxes que, segundo seus cálculos, tirou a chance de brigar até mesmo pelo terceiro lugar, mas mostrou confiança na recuperação da equipe Dale Coyne já a partir da semana que vem, em San José (EUA). “Tenho vários sentimentos sobre esse fim de semana. Primeiramente estou muito contente com a evolução que alcancamos no acerto do carro para esse tipo de circuito. Sem dúvida o treino que fizemos depois da corrida de Toronto valeu demais, mas por outro lado, agora que estamos nos posicionando como uma das equipes de ponta, regularmente nas primeiras posições, nao podemos mais cometer erros como os que foram cometidos hoje. Eles começam a nos custar uma chance de pódio ou ate de vitória, que pode ser perdida num pitstop lento. As coisas precisam comecar a funcionar de forma mais redonda. Esse é o sentimento geral da equipe, e com esse consenso, sei que já para o próximo fim de semana podemos esperar por uma melhora. Dai, quem sabe nosso primeiro podio da temporada não venha”, acredita Bruno. Ele manteve, com o resultado deste domingo, a décima posição no campeonato, com 108 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *