ChampCar: Pizzonia vai para sua primeira corrida

Brasileiro vai participar nesta sexta-feira do primeiro treino oficial da Fórmula Mundial.

O brasileiro Antonio Pizzonia vai ter a sua primeira experiência oficial na Fórmula Mundial, participando a partir das 14 horas (Horário de Brasília) desta sexta-feira dos treinos livres e as 18h05 da primeira classificação para o GP de Long Beach, prova de abertura do certame 2006 nas ruas do balneário da Califórnia (EUA), que terá largada as 17 horas de domingo. Ele passa a integrar a Rocketsports Racing, e pilotará o único Lola/Cosworth/Bridgestone do time. “Será uma estréia cheia de expectativas, pois fui convidado recentemente e ainda não tenho mil quilômetros de experiência com o carro. Mas estou confiante de que o melhor resultado virá no domingo, após a bandeirada de chegada”, prevê o amazonense.

Mesmo com pouca experiência com o carro, e sem conhecer na prática as regras desportivas da Fórmula Mundial, Antonio Pizzonia alimentou muitas esperanças na Rocketsports, depois de dois treinos altamente encorajadores, quando acabou estabelecendo o novo recorde do circuito Mercedes-Benz of Sugar Land Road Course (MSR), em Houston, no Texas. “O Pizzonia fez parte da elite dos pilotos mais rápidos da Fórmula 1, e ganhou muita experiência no acerto de monopostos sofisticados. Ele vai agregar a sua velocidade e habilidade com a nossa experiência com os carros da Fórmula Mundial. Vamos partir de uma base sólida para ir crescendo gradativamente a cada treino. O que vai nos interessar é o resultado final da prova”, discursou Paul Gentilozzi, um dos proprietários do time norte-americano.

Apesar das dificuldades naturais de uma estréia, Pizzonia está otimista para a sua primeira comparação com outros pilotos da categoria. “Estou animado para fazer um bom trabalho, em conjunto com a Rocktesports. Não dá para ter idéia de qual é o nosso patamar. Só andei sozinho em Houston, e agora na sexta-feira é que vamos fazer a primeira comparação”, fundamentou. Outro fato que irá pesar no desenvolvimento de Antonio nos primeiros treinos, é a sua pouca experiência em circuitos de rua. O traçado de Long Beach tem 3.166 metros, com dez curvas, desde a entrada da reta contornada em primeira marcha a 44 km/h, até o final dela, quando chega-se a 300 km/h em sétima marcha. “Só andei quatro vezes em circuitos de rua. Uma vez de Fórmula 3 em Pau, na França, e três vezes em Mônaco, sendo duas de Fórmula 3000 e uma vez de Fórmula 1. Mas é fácil, é só acelerar e não bater no muro!”, brincou o manauara de 25 anos de idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *