Chefe da Red Bull critica Webber por ocultar lesão e pede veto às bicicletas

Mark Webber sempre gostou de andar de bicicletas, mas o problema é que o grande público só ficou sabendo disso por causa dos seus tombos. No final de 2008, ele quebrou a perna e quase comprometeu a próxima temporada. E, neste ano, ele fraturou o ombro e não falou nada à Red Bull para não ficar fora da briga pelo título.

Webber revelou que correu as últimas quatro etapas de 2010 com o ombro quebrado em seu livro “Up Front: 2010, A Season To Remember”, em que ele conta as suas experiências durante a última temporada. E o chefe da Red Bull, Christian Horner, se irritou por ter sido o último a saber. E pediu para que o piloto fique longe das bicicletas.

“Eu não sabia nem desse livro, muito menos da lesão no ombro”, disparou Horner ao jornal inglês Daily Telegraph. “Estou obviamente desapontado por Mark não ter me dito nada. Foi uma lesão que aparentemente não afetou a sua performance, mas mesmo assim seria legal se a gente ficasse sabendo”, completou.

O australiano escreveu no livro que precisou de injeções de analgésico para correr no Japão, na Coreia, no Brasil e em Abu Dhabi. Antes destas quatro corridas, ele era o líder do campeonato. Depois delas, ficou em terceiro na classificação e perdeu o título para o companheiro Sebastian Vettel.

O chefe da Red Bull então deu um conselho a Webber. Como não foi a primeira vez que o piloto levou um tombo e quase ficou inabilitado a correr, Horner deixou claro: “Nossos pilotos têm a obrigação de estar sempre em forma. Isso significa que as bicicletas não combinam com o Mark, então talvez seria melhor se ele ficasse longe delas”.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *