Copa Caçula de Pneus de Marcas e Pilotos: Neuenschwander vence na geral

Mineiro vence na geral com Douglas Jr. também da Light na segunda colocação em prova finalizada em Safety Car; Clemente e Witold vencem novamente respectivamente na Super e Novatos.

Depois de andar forte durantes os treinos livres de sexta-feira, além de fazer o melhor tempo no warm-up, Mauro Neuenschwander (Chevrolet Celta, n° 88 – Fast Racing) perdeu a pole position no geral por apenas 0s340 e largou na 3ª colocação no grid (primeiro na sua categoria Light) para a 1ª bateria da 2ª etapa da Copa Caçula de Pneus de Marcas e Pilotos.

Com pista úmida, o mineiro não tomou conhecimento dos carros da categoria Super à sua frente e já aparecia de cara para o vento na descida do “S” do Senna, logo após a largada, deixando para trás o pole position Caio Clemente (Chevrolet Corsa, n° 9 – Arias Motorsport) e Edgard Amaral (Chevrolet Celta, n° 27 – Arias Motorsport).

Na segunda volta uma “briga” doméstica: Fabiano Cardoso (Chevrolet Celta, n° 87 – Fast Racing) apareceria na segunda colocação, indo para cima do líder; apesar de serem de categorias diferente (Fabiano é Super, enquanto Mauro é Light), os pilotos disputavam fortemente a liderança na geral.

Cardoso assumiria a ponta na 3ª volta, seguido de perto por Neuenschwander até a 9ª passagem, quando Gabriel Correa (Chevrolet Celta, n° 14 – Classe A Racing) assumiria a segunda colocação e entraria na briga pela ponta – briga essa que fora um dos momentos de maior discussão da bateria.

Depois de largar na 5ª colocação, Gabriel mostrou ser muito rápido mesmo com a pista úmida e a pouca experiência na pista de Interlagos, uma vez que o piloto goiano teve apenas poucas participações na pista paulista; na 9ª volta o piloto foi para cima de Fabiano Cardoso que mantinha a liderança, conseguindo ultrapassar o gaúcho na entrada do “S” do Senna. Porém na saída os pilotos acabaram se tocando com um maior prejuízo para Correa, que rodou e acabou batendo.

Devido ao toque, Cardoso foi punido pelos comissários desportivos, sendo obrigado a cumprir um “drive through” (passagem obrigatória pelos boxes); porém o piloto entrou em velocidade acima do permitido na área de box e fora novamente advertido, agora com o acréscimo de 20s, o que o deixou fora da briga por pódio, terminando na 16ª colocação no geral.

Com a saída dos dois, Neuenschwander reassumiu a ponta, com Douglas Carvalho Jr. (Chevrolet Celta, n° 50 – Alpie Competições) na segunda colocação; o piloto da Alpie fez uma excelente prova, após largada em 11º lugar e vinha baixando a diferença em relação ao líder, até a entrada do Safety Car na 14ª volta devido ao acidente de Edgard Amaral e Max Mohr (Ford Ka, n° 25 – AGB Preparações) no “S” do Senna, deixando os dois carros presos na barreira de pneus.

A bandeira quadriculada foi dada ainda com o Safety Car na pista devido a não ser possível remover os carros acidentados a tempo para uma nova largada; Mauro venceu, trazendo Douglas Jr. (também da Light) na segunda colocação e Caio Clemente, que aumentou a diferença na liderança da categoria Super.

Na categoria Novatos, nova vitória de Witold Ramasauskas (Ford Ka, n° 13 – AGB Preparações) de ponta à ponta, trazendo Luiz Pagliato (Chevrolet Corsa, n° 213 – GBS Minercal) na segunda colocação e Diego Roso (Volkswagen Gol, n° 49 – Maya Motorsport) em terceiro lugar.

Confira o resultado final da 1ª bateria:

1) 88-Mauro Neuenschwander (L), (16 voltas) 37:56.521
2) 50-Douglas Carvalho Jr (L), à .197
3) 9-Caio Clemente (S), à .986
4) 92-L. Picollo/ M. Camacho (S), à 2.271
5) 82-Cezar Martins (S), à 3.188
6) 105-Thiago Oliveira (S), à 3.869
7) 173-Ayman Darwich (L), à 4.236
8) 1-M. Philippi/ P. Pimenta Jr (S), à 5.788
9) 80-C. Asciutti/ L. Checchia (S), à 5.962
10) 70-Robson Vieira (S), à 7.132
11) 46-Thiago Tambasco (L), à 7.424
12) 89-G. Passarelli/ V. Passarelli (S), à 8.161
13) 13-Witold/ Gabriel Rebouças (N), à 9.190
14) 231-Luis Fontoura (N), à 9.700
15) 54-T. Rosa/ R. Correa (N), à 10.256
16) 137-Valter Sousa Jr (L), à 10.952
17) 333-Eduardo Doriguel (L), à 11.298
18) 87-Gustavo Mascarenhas / Fabiano Cardoso (S), à 22.804
19) 213-L. Pagliato/ M. Silva (N), à 34.610
20) 17-R. Cardosa/ Neto Datti (L), à 35.900
21) 49-J. Mota/ D. Roso (N), à 51.377
22) 27-W. Freitas/ E. Amaral (S), à 2 voltas
23) 25-Max Mohr (S), à 2 voltas
24) 14-G. Correa/ A. Souza (S), à 7 voltas
25) 8-Ricardo Lima (S), à 8 voltas
26) 107-Eduardo Cruz (N), à 8 voltas
27) 34-Ivan Mendes (S), à 10 voltas
28) 53-Wilton Pena (S), à 13 voltas
29) 66-G. Pedras/ L. Filgueiras (S), à 13 voltas
30) 99-Alexandre Ortega (N), à 14 voltas
31) 4-Andre Rodrigues (L), à 14 voltas

Melhor Volta: Gustavo Mascarenhas / Fabiano Cardoso (87), 2:05.980 (média de 123,133 km/h), na 11ª volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *