Copa Chevrolet Montana: Diogo Pachenki vence em Londrina e acirra a disputa pelo título

Galid Osman e Leandro Romera completaram o pódio da etapa paranaense. Penúltima prova da temporada será dia 16 em Brasília

 


 Vencer é bom, mas em casa é melhor. Pelo menos é o que pensa Diogo Pachenki (Nascar Motorsport) que não deu chances aos concorrentes, dominou de ponta a ponta a sétima etapa da Copa Chevrolet Montana e conquistou pela segunda vez no ano o lugar mais alto do pódio. O paranaense natural de Cascavel completou as 25 voltas no Autódromo Internacional Ayrton Senna em 34min18s194. No dia 16 de outubro a categoria fará a oitava etapa em Brasília.


Uma mudança de estilo e uma estratégia mais ousada. Foi com essas ‘armas’ que Pachenki faturou sua segunda vitória na temporada. E colocou de vez seu nome na briga pelo título da Copa Chevrolet Montana. Com um carro muito rápido, ele largou bem, soube segurar a posição e começou a impor um ritmo rápido, abrindo boa diferença para os demais concorrentes. A vantagem chegou a ser de mais de seis segundos a duas voltas do fim.


“Depois do resultado ruim em Santa Cruz do Sul, vim para Londrina pensando muito no que fazer para voltar a ter um bom ritmo. Percebi que precisava arriscar um pouco mais, eu estava meio conservador. Então, passei a ousar mais e funcionou. Estava bem desde os treinos e com a conquista da pole tinha meio caminho andado”, contou Diogo Pachenki.


O paranaense também comentou o que fez a diferença na corrida. “Na largada eu consegui manter a posição, que era minha maior preocupação. E vi que o carro estava muito bom e ditei um ritmo rápido, abrindo uma boa diferença para o Galid. A partir daí foi só administrar. Realmente foi importante esse resultado e agora estou diretamente na briga pelo título”, comemorou o piloto da Nascar Motorsport. Com a liderança soberana de Pachenki, a briga ficou entre o segundo, terceiro e quarto colocados, um na cola do outro.


O segundo colocado, Galid Osman, também ficou satisfeito com o pódio. “Andei bem durante todo o fim de semana e consegui fazer um bom classificatório, largando em terceiro. Na corrida, meu objetivo era ir para cima porque precisava mesmo de um bom resultado. Consegui assumir o segundo lugar logo na largada, mas meu carro passou a ter um desgaste grande de pneus e aí eu vi que não daria para chegar no Pachenki. Tive que focar para segurar a pressão do Romera e garantir o segundo lugar”, contou o piloto da Carlos Alves Competições.


Leandro Romera (AMG-J.Star Racing) manteve a liderança do campeonato ao cruzar em terceiro, mas sua vantagem agora é de apenas um ponto. “Saí em segundo, mas aqui é bem complicado largar por fora e isso me prejudicou um pouco. Tanto que perdi a posição para o Galid e outros dois pilotos. Precisei de calma para poder recuperar as posições perdidas. Para o campeonato foi bom. A briga está aberta”, disse o terceiro colocado.


Resultado da sétima etapa da Copa Chevrolet Montana:


1) Diogo Pachenki (Nascar Motorsport) – 25 voltas em 34min18s194
2) Galid Osman (Carlos Alves Competições) – a 3s747
3) Leandro Romera (AMG-J.Star Racing) – a 4s125
4) Rafael Daniel (Gramacho Competições) – a 4s249
5) Rodrigo Pimenta (Gramacho Competiçõe) – 4s971
6) Pedro Boesel (W2 Racing) – 5s330
7) Tiago Geronimi (Hot Car Racing) – 6s133
8) Sérgio Ramalho (Nascar Motorsport) – 6s361
9) Fernando Fortes (CKR Racing) – 7s421
10) Marco Cozzi (Racequip Motorsport) – 8s687
11) Marcelo Cesquim (Mottin Racing) – a 9s028
12) Marcelo Tomasoni (Carlos Alves Competições) – a 9s485
13) Tito Morestoni (Motortech Competições) – a 13s298
14) Thiago Penido (J.Star Racing) – a 14s786
15) Carlos Kray – (CKR Racing) – a 20s130
16) Jorge Garcia (Motortech Competições) – a 26s523
17) Christian Castro (Mottin Racing) – a cinco voltas
18) Felipe Lapenna (Petrópolis Motorsport) – a cinco voltas
Excluído
19) Eduardo Furlanetto (Racequip Motorsport) – a 12 voltas
Não completou 75% da prova (= 18 voltas)
20) João Pretto (Bazzo Racing) – a 8 voltas
21) Ítalo Silveira (Bazzo Racing) – a 12 voltas
22) Beto Cavaleiro (Petrópolis Motorsport) – a 12 voltas
23) Wellington Justino (Hot Car Racing) – a 13 voltas
24) Norberto Gresse (J. Star Racing) – a 19 voltas
25) Serafin Junior (W2 Racing) – a 23 voltas
Melhor volta: Rafael Daniel, 1min16s298 (volta 13)


Classificação da Copa Chevrolet Montana – cinco primeiros:
1) Leandro Romera (AMG-J.Star Racing) – 104
2) Diogo Pachenki (Nascar Motorsport) – 103
3) Rafael Daniel (Gramacho Competições) – 92,5
4) Galid Osman (Carlos Alves Competições) – 77
5) Sérgio Ramalho (Nascar Competições) – 56

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *