Stock: Cacá Bueno supera Ricardo Maurício em Londrina e assume a liderança da Mobil Super Final 2011

Max Wilson completou o pódio em terceiro lugar e deixou a briga pelo título da Copa Caixa Stock Car ainda mais acirrada; penúltima etapa será dia 16, em Brasília





O sol que castigou o Autódromo Internacional Ayrton Senna desde o início dos treinos em Londrina não apareceu neste domingo, Cacá Bueno venceu pela terceira vez na temporada, assumiu a liderança da Mobil Super Final e agora passou à condição de favorito ao tetracampeonato da Copa Caixa Stock Car. A dupla da Eurofarma RC, Ricardo Maurício e Max Wilson, completou o pódio da 10ª etapa do ano, a segunda da Mobil Super Final. Cerca de 24 mil pessoas estiveram no autódromo e viram de perto uma das provas mais eletrizante do ano.

Para vencer em Londrina, o piloto da Red Bull Racing teve de superar um imprevisto na parada de box e as investidas de Ricardo Maurício, que não desistiu de ganhar a corrida até a linha de chegada. “Para mim, foi uma batalha das mais emocionantes dos últimos anos. Foi muito divertida, a gente trocou posições inúmeras vezes, sempre limpo. Sempre jogando duro, mas limpo. Meu carro não era ideal em alguns setores. Em compensação, nas curvas de baixa eu tracionava melhor.”

Apesar da aparente tranquilidade, já que nas últimas voltas abriu quase um segundo para Ricardo Maurício, um problema de motor deixou o final da prova ainda mais emocionante. “Nenhuma vitória pode ser apenas só ‘simples vitória’. Fiquei muito lento na reta, e na última volta, mesmo com o push, eu era quase 10 quilômetros por hora mais lento que o Ricardinho”, explicou Cacá Bueno. “Consegui garantir uma vitória suada, porque se tivesse uma volta a mais nem sei se chegaria ao fim.”

Cacá Bueno acumulou 255 pontos na liderança do campeonato e indicou Max Wilson e Ricardinho Maurício como os dois rivais diretos na disputa do título na Mobil Super Final 2011, com 248 e 246 pontos, respectivamente. “A vitória me deu a liderança, mas tenho dois monstros ao meu lado, dois campeões, dois caras que sabem muito pilotar um carro de corrida… Tem muita gente com chance ainda, mas a tendência é que o título fique aqui mesmo entre nós”, completou Cacá Bueno, pole position e ainda dono da melhor volta da prova (1min12s777).

Saindo da terceira posição no grid, Ricardo Maurício disse ter perdido a chance de brigar mais cedo pela vitória por conta da largada. “Apertei o botão do push-to-pass um pouco antes, e cai para quarto. Acabei tendo de usá-lo mais duas vezes para ganhar a posição do Duda (Pamplona) e passar o Popó (Bueno) nos boxes”, contou o piloto, campeão em 2008. “Também passei o Cacá no reabastecimento, mas como ele mesmo disse, faltava tração. Foi uma excelente disputa. Fazia tempo que a gente não lutava diretamente na pista. Acho que foi um grande show.”

Max Wilson é o atual campeão da Copa Caixa Stock Car e também saiu de Londrina satisfeito com o desempenho. “Estou feliz, porque foi uma boa corrida, meu carro tinha um ritmo bom, mas demorei um pouco para passar os carros que estavam na minha frente”, definiu o piloto que largou da sétima posição. “Saio daqui com bons pontos, o Cacá assumiu a liderança agora, mas nós estamos ainda bem próximos na classificação. Restam também muitos pontos em jogo e vou lutar para ganhar mais um título.”

A próxima corrida da temporada, a 11ª do ano e a terceira da Mobil Super Final, será no dia 16 de outubro, no anel externo do Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília (DF).

Resultado da 10ª etapa da Copa Caixa Stock Car – segunda da Mobil Super Final
Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, PR

1º) (MSF) Cacá Bueno, Red Bull Racing (Peugeot) – 36 voltas, em 47min18s459
2º) (MSF) Ricardo Maurício, Eurofarma RC (Chevrolet) – a 0s216
3º) (MSF) Max Wilson, Eurofarma RC, (Chevrolet) – a 1s720
4º) (MSF) Popó Bueno, A. Mattheis Motorsport (Chevrolet) – a 5s271
5º) Ricardo Zonta, Crystal Racing Team (Chevrolet) – a 6s681
6º) (MSF) Allam Khodair, Blau Vogel (Chevrolet) – a 11s240
7º) (MSF) Luciano Burti, Itaipava Racing Team (Peugeot) – a 13s212
8º) (MSF) Daniel Serra, Red Bull Racing (Peugeot) – a 13s395
9º) (MSF) Marcos Gomes, Medley Full Time (Peugeot) – a 13s576
10º) Nonô Figueiredo, Esso Mobil Super Racing (Chevrolet) – a 14s315
11º) David Muffato, Itaipava Racing Team (Peugeot) – a 14s401
12º) Tuka Rocha, BMC Vogel (Chevrolet) – a 14s987
13º) Giuliano Losacco Hot Car Competições (Chevrolet) – a 15s606
14º) Rodrigo Sperafico, JF Racing (Peugeot) – a 16s054
15º) Julio Campos, Crystal Racing Team (Chevrolet) – a 16s415
16º) Alceu Feldmann, A. Mattheis Motorsport (Chevrolet) – a 16s722
17º) Eduardo Leite, Hot Car Competições (Chevrolet) – a 22s687
18º) Mateus Stumpf, Scuderia 111 (Peugeot) – a 59s951
19º) Ricardo Sperafico, Scuderia 111 (Peugeot) – a 1min10s604
20º) Denis Navarro, Bassani Racing (Peugeot) – a 3 voltas
21º) Lico Kaesemodel, Credipar RCM (Chevrolet) – a 4 voltas
22º) Felipe Maluhy, Officer ProGP (Chevrolet) – a 4 voltas
23º) Xandinho Negrão, Medley Full Time (Peugeot) – a 6 voltas
Excluído:
24º) Valdeno Brito, Esso Mobil Super Racing FTS (Chevrolet) – a 10 voltas
25º) (MSF) Átila Abreu, AMG Motorsport (Chevrolet) – a 10 voltas
Não completou 75% (= 27 voltas)
26º) Duda Pamplona, Officer ProGP (Chevrolet) – a 10 voltas
27º) Rodrigo Navarro, JF Racing (Peugeot) – a 10 voltas
28º) (MSF) Thiago Camilo, Ipiranga RCM (Chevrolet) – a 16 voltas
29º) Serafin Jr., AMG Motorsport (Chevrolet) – a 34 voltas
Melhor volta: Cacá Bueno, 1min12s777 (volta 25)

(MSF) = participam da Mobil Super Final


Classificação da temporada 2011 da Copa Caixa Stock Car:
Mobil Super Final
1º) Cacá Bueno – 255 pontos
2º) Max Wilson – 248
3º) Ricardo Maurício – 246
4º) Popó Bueno – 233
5º) Thiago Camilo – 225
6º) Luciano Burti – 223
7º) Átila Abreu – 216
—- Allam Khodair – 216
—- Marcos Gomes – 216
10º) Daniel Serra – 215 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *