Copa Clio: José Cordova e Wagner Cardoso tentam repetir sucesso em Campo Grande

Realizada desde 2002, a Copa Renault Clio desembarca em Campo Grande (MS), neste fim de semana, pela quinta vez em sua história. Ausente do calendário apenas no ano de estréia da categoria, a capital sul-mato-grossense vai receber a etapa de número cinco da atual temporada.

Entre os 22 competidores pré-inscritos para a corrida, o paranaense José Cordova (Uningá, Auto Plast, Anunciação), da W Racing, em 2005, e o paulista Wagner Cardoso (CNA, Uno & Due, Oregon), da Officer Motorsport, em 2004, são os únicos que conseguiram ganhar no Mato Grosso do Sul. Rene Bauer (2003) e Claudio Gontijo (2006) completam a galeria de campeões.

Para alcançar a inédita marca de duas vitórias no Autódromo Internacional de Campo Grande, os pilotos garantem uma boa preparação, mas não deixam de citar o grande equilíbrio do campeonato, apresentado em todas as quatro provas realizadas até aqui, como forte adversário.

“Sempre andei bem em Campo Grande e obtive bons resultados por lá. Sei que vai ser difícil, pois o campeonato está muito disputado, mas não vejo como pode ser diferente desta vez. Estamos com o carro acertado e, pensando na temporada, a expectativa é de colocar os dois carros da equipe entre os cinco primeiros. Mas vamos para ganhar”, comentou Cordova, líder da competição com 77 pontos.

“Estou empolgado para correr em Campo Grande! Tenho certeza de que vai ser uma corrida extremamente equilibrada do começo ao fim. Mas para quem quiser vencer, o treino classificatório será de fundamental importância, pois o traçado não permite muitas ultrapassagens. Em 2004, o segundo colocado estava mais rápido, mas consegui segurá-lo. Então, acredito que o acerto para a classificação será mais importante do que para a prova”, disse Cardoso, o quinto na classificação.

Para impedir que o feito se concretize, o brasiliense Eduardo Garcia (Eurofarma, Dayco, Derosa Siqueira Consultores, Santa Inês Embalagens), da Paioli Racing, vencedor da última etapa (Brasília) e vice-líder do campeonato, é um dos que promete muita disposição e trabalho na pista.

“Na DTM Pickup venci duas vezes em Campo Grande. Pela Clio em 2006, quando fiz minha estréia, fui prejudicado logo no começo da prova por um adversário e tive que abandonar. Neste ano, tenho certeza que vai ser uma corrida muito disputada, pois o próprio circuito proporciona isso. Mas ainda estou com o ótimo sabor da vitória na boca, e quero ganhar a minha segunda etapa consecutiva”, afirmou o piloto de 34 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *