Copa Clio: Pilotos aprovam novo motor 2.0

ompetidores experientes da categoria estão entusiasmados com a nova motorização.

Nesta quinta-feira os carros da Copa Renault Clio, equipados com o novo motor 2.0 que substitui a versão 1.6, foram para a pista de Curitiba para três treinos antes da abertura oficial da temporada 2008, que acontece no fim de semana. Com mais potência e torque, a expectativa é de quebra de recordes em todas as pistas do calendário. Piloto com mais largadas na categoria, Wagner Cardoso já participou de 59 corridas das 60 disputadas. Muito experiente, o competidor de São Paulo foi só elogios para o novo equipamento:


“Mesmo não acelerando o máximo por causa da chuva, já deu para perceber a diferença. Na retomada, partindo de velocidades mais baixas, o carro é mais violento. Os tempos vão cair muito”, previu Cardoso, responsável por duas poles positions e seis vitórias na categoria.


Mudança na pilotagem – Outro piloto experiente que falou sobre o novo equipamento foi Eduardo Garcia. Disputando a categoria desde 2005, Garcia pode não ter tantas largadas como Cardoso, mas tem muita quilometragem com os carros da montadora francesa. “Eu acelero muito com modelos Clio 1.6 porque sou responsável pela escola de pilotagem Renault que funciona em Brasília, no Distrito Federal. São os carros utilizados lá”, revelou. “De cara já deu para sentir a diferença. Como todos devem ter falado e percebido, em baixa rotação o torque é muito forte. Isto muda um pouco a pilotagem, já que é preciso mais cuidado e delicadeza no acelerador. Aqui em Curitiba o 2.0 deve ganhar uns 500 giros em relação ao 1.6 no fim da reta. Antes, chegava a uns 5.400 rpm, agora vai a 5.900”, descreveu Garcia.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *