Copa Clio: Vitte dedica vitória aos Fittipaldi

Piloto de Rio Claro, interior de São Paulo, venceu sua segunda prova na categoria. O líder José Cordova foi o segundo e ampliou a vantagem na pontuação

Em um dia muito especial em Interlagos, por conta do Dia das Mães e também pelos 50 anos de automobilismo do piloto Wilson Fittipaldi, o paulista José Vitte venceu a segunda etapa da Copa Renault Clio depois de largar na terceira colocação. A seguir, completando a dobradinha da equipe WRacing, chegou o paranaense José Cordova, atual líder do campeonato. Depois da prova Vitte dedicou o primeiro lugar aos irmãos Fittipaldi, que estrearam neste fim de semana na categoria GT3, também em Interlagos. “Essa vitória é para a família Fittipaldi, especialmente para o Wilson, pelos 50 anos de automobilismo que ele está completando. E também a dedico a todas as mães no dia de hoje”, disse o piloto, que conquistou sua segunda vitória na categoria.


 


A prova foi repleta de ultrapassagens, toques e muita emoção desde a sua largada. O pole José Cordova manteve a ponta e abriu uma pequena vantagem em relação ao segundo pelotão. Marcos Paioli, que largou em segundo, comandava o “trenzinho” formado por sete pilotos. Na terceira volta, Rodolfo Pousa forçou uma ultrapassagem no fim da Reta dos Boxes na tentativa de assumir a segunda colocação e causou uma reviravolta que mudou vários pilotos de posição. José Vitte, que havia largado em terceiro e ocupava a quinta colocação, assumiu a vice-liderança. Paioli caiu para terceiro. Mas o mais prejudicado foi Eduardo Garcia, que perdeu muitas colocações. Depois da entrada obrigatória do safety car para reagrupar os pilotos, a prova pegou fogo. Na relargada, Cordova e Vitte abriram boa vantagem fazendo jogo de vácuo. Mas lá atrás a corrida ficou imprevisível. A briga pela terceira colocação envolvia quatro carros e, pela sétima colocação, mais cinco Renault Clio.


 


Na 11ª volta, tentando chegar ao pódio Wagner Cardoso perdeu o ponto de freada no fim da Reta dos Boxes e cedeu a terceira colocação para Marcos Paioli. Boa corrida fazia neste momento Carlos Rocha, que largou na sexta colocação. A briga válida pelo sétimo lugar, envolvendo Pousa, Luciano Kubrusly, Luis Frediani Júnior e Robson Vieira, resultou em um toque. Frediani recebeu um “chega para lá” de Vieira, teve o carro avariado e foi obrigado a abandonar.


 


Lá na frente os dois líderes e companheiros de equipe travavam um duelo particular. Vitte assumiu a ponta com uma ultrapassagem no fim da Reta dos Boxes, na 17ª das 20 voltas previstas. Cordova preferiu não forçar e passou a escoltar Vitte até a linha de chegada, pois o resultado ampliaria sua vantagem na liderança. O pódio foi completado com Wagner Cardoso (3º), Carlos Rocha (4º) e Marcos Paioli (5º). Vitte ainda somou mais um ponto por ter marcado a volta mais rápida da corrida.


Depois de duas etapas, a liderança do campeonato continua com José Cordova, que agora soma 48 pontos contra 36 de José Vitte. Wagner Cardoso, duas vezes vice-campeão da categoria, aparece em terceiro, com 33 pontos.   


 


Resultado da 2ª etapa:
1º) José C Vitte (SP), 20 voltas em 41min38s799 (média de 124.15 km/h)
2º) José Cordova (PR), a 0s439
3º) Wagner Cardoso (PR), a 11s144
4º) Carlos Rocha (SP), a 11s479
5º) Marcos Paioli (SP), a 12s215
6º) Luciano Kubrusly (SP), a 23s785
7º) Edson do Valle (GO), a 24s899
8º) Peter Gottschalk (SP), a 26s873
9º) Cesare Marrucci (SP), a 28s333
10º) Eduardo Garcia (DF), a 35s319
11º) Ydenis de Souza (SP), a 36s575
12º) Peter Gottschalk Jr (SP), a 41s535
13º) Robson Vieira (SP), a 42s656
14º) Rodolfo Pousa (SP), a 43s842
15º) Zigomar Junior (SP), a 44s242
16º) Luciano da Silva (SP), a 49s563
17º) Roberto Santos (SP), a 1min08s074
18º) Zizi Paioli (SP), a 1 volta
19º) Rolf Gemperli (SP), a 3 voltas
20º) Luiz Frediani (SP), a 4 voltas
21º) Renato Pereira (SP), a 9 voltas
22º) Federico Fiamma (SP), a 16 voltas


fonte: www.cronomap.com.br


 


Classificação da Copa Renault Clio:


1)    José Cordova (PR), 48 pontos;


2)    José Vitte (SP), 36;


3)    Wagner Cardoso (SP), 33;


4)    Carlos Rocha (SP), 16;


5)    Eduardo Garcia (DF), 15;


6)    Marcos Paioli (SP), 14;


7)    Rodolfo Pousa (SP), 12;


8)    Edson do Valle (GO), 08;


9)    Luciano Kubrusly (SP), 06;


10)   Peter Gottschalk (SP), 03;


11)   Robson Vieira (PE), 02;


12)   Cesare Marrucci (SP), 02;


13)   Ydenis de Sousa (SP), 01 ponto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *