Copa Fiat: Cacá Bueno abre lista de inscritos em Londrina

Grid começa a tomar forma definitiva e deve passar de 20 carros na primeira etapa

O bicampeão Cacá Bueno está abrindo a lista de inscritos da rodada dupla inaugural da Copa Fiat, nova denominação do Trofeo Linea, categoria de turismo do Racing Festival que estreou nas pistas brasileiras em 2010. A temporada será aberta nos dias 2 e 3 de junho no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, onde os organizadores contam com a presença assegurada de 19 carros. A expectativa da RM Racing Events, promotora do Racing Festival, evento que será complementado com o batismo do campeonato de motos R1 GP1000 da Yamaha, é de que até lá algumas equipes finalizem as negociações em curso com vários pilotos.

Cacá manterá o número 0 e continuará correndo ao lado do irmão e atual vice-campeão Popó Bueno na GT Racing, organização comandada por William Lube e apoiada pelo Banco Itaú. A instituição financeira, aliás, ampliou a participação no Racing Festival, do qual se tornou uma das patrocinadoras ao lado da Fiat e da Yamaha. Além de manter a parceria com as equipes Repecon (dos irmãos Leonardo e Fernando Nienkötter) e Sinal/Greco (defendida pela dupla Allam Khodair e Fábio Carreira), a conhecida logomarca do Itaú passará a ser vista também no time de Christian Fittipaldi, que terá o novato Mauri Zacarelli ao volante do segundo carro.

Outro estreante da Copa Fiat será o paranaense Júlio Campos, um dos atuais destaques da nova geração da Stock Car. Campos é contemporâneo de Felipe Massa no kart e integrou com o ferrarista e idealizador do Racing Festival a equipe vencedora da primeira edição das 500 Milhas da Granja Viana em 1997. Os dois voltaram a repetir o êxito em 2009. No último fim de semana, Campos terminou em 4º a corrida de rua da Stock Car em Ribeirão Preto e assumiu a 6º lugar na classificação geral. Seu parceiro na GF Sports será o paulista Ricardo Sargo, de apenas 17 anos, que disputou a 4ª etapa de 2011 em Interlagos.

Goiânia, onde o campeonato terá sequência em julho na volta do circuito da capital de Goiás ao calendário do automobilismo nacional, manterá seus três representantes. Os experientes Edson do Valle e Wellington Justino renovaram com a VL Racing e Rogério Castro segue com o esquema da Quality Sports. Da mesma forma, a Pater Racing estendeu o vínculo com a empresa mineira de componentes automotivos Aethra e pôde prosseguir com os vencedores Marcos Gomes-Giuliano Losacco. A W2 Racing também aposta na continuidade da dupla Clemente Faria Jr.-Betinho Sartório.

Entre as equipes fora do eixo Rio-São Paulo, uma das principais forças da Copa Fiat é a Cesinha Competições, dirigida pelo dublê de piloto e chefe de equipe Cesinha Bonilha. Natural de Cambé, cidade vizinha a Londrina, Cesinha causou impacto imediato ao estrear ganhando no “quintal” de sua casa em Londrina há dois anos. Forma um time poderoso com o carioca Ulisses Silva, que entrou na história da categoria ao dividir com Popó Bueno as vitórias na primeira rodada dupla de 2010 no Rio de Janeiro e por ter levado a bandeira do seu time de coração – Vasco da Gama – ao carro número 16 na temporada passada.

A lista provisória de inscritos é esta:

GT Racing – Cacá Bueno e Popó Bueno
Pater Racing – Marcos Gomes e Giuliano Losacco
Sinal/Greco – Allam Khodair e Fábio Carreira
Repecon – Leonardo Nienkötter e Fernando Nienkötter
W2 Racing – Clemente Faria Jr. e Betinho Sartório
Fittipaldi – Christian Fittipaldi e Mauri Zacarelli
GF Sports – Júlio Campos e Ricardo Sargo
Cesinha Competições – Cesinha Bonilha e Ulisses Silva
VL Racing – Edson do Valle e Wellington Justino
Qualy Sports – Rogério Castro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *