Copa Montana: Kau Machado retorna às pistas em Interlagos

Após um ano e meio longe das pistas, piloto paranaense está muito feliz com o retorno, e plena recuperação

A Stock Car está de volta em Interlagos, São Paulo, para disputa das provas da Copa Caixa, Copa Montana e Mini Challenge, no próximo dia 05 de setembro. A data marcará também o retorno do piloto Kau Machado (Radiex), da Max Power Racing, que após superar uma leucemia, está completamente recuperado, e estará de volta na prova realizada na capital paulista.

“Veio como uma benção estar de volta, e principalmente por estar reestreiando em Interlagos, nossa principal pista de automobilismo no Brasil. Espero classificar meu carro, e esta é a meta, depois de um ano e meio sem pilotar, sei que não será fácil, mas acredito que poderei usar minha experiência em uma volta boa, e classificar o carro. O resto, tenho certeza que virá na medida que for transcorrendo a prova”, declarou Kau.

Apesar do pouco tempo de preparação para a prova, Kau afirma que com determinação não terá nenhum problema. “Estou fazendo o máximo possível, pois só fui realmente liberado para qualquer esforço agora, e em 20 dias de preparação já perdi 2kg, mas ainda estou acima do peso ideal, e acredito que poderei suprir todas as deficiências com muita garra”, disse o piloto que tem como prioridade conquistar a classificação durante o treino de sábado, que irá definir o grid da corrida.

Mesmo conhecendo bem o circuito paulista, Kau aposta que as principais dificuldades estão relacionadas com a qualidade dos adversários. “É uma pista que todos conhecem bem, sendo que muitas equipes treinam em Interlagos. Em relação ao traçado, acredito que o ponto que melhora o tempo, quando bem feito é a descida do lago e o laranjinha”, explicou.

Um dos jogadores mais experientes da categoria, que até o ano passado era chamada de Pick-up Racing, Kau acredita que há desigualdade entre as equipes que detém maior número de patrocinadores. “Há uma disparidade entre as equipes, e continua bem evidente, mostrando que ainda faltam patrocinadores para algumas equipes, e com isso investimento nas equipes menores, criando assim um bloco de disputa que acho muito ruim, pois não temos a mesma condição que eles”, lamentou.

Kau faz questão de elogiar a qualidade da Copa Montana. “Somos a única categoria de acesso à principal, e uma das melhores do mundo. Com isso, serão criadas estruturas com empresas de marketing, negociando cotas de patrocínio para todas as equipes, com maior facilidade, pela visibilidade que acontecerá. Também vale ressaltar o alto nível dos pilotos, isso torna mais difícil pra gente, mas muito mais prazeroso também”, finalizou o piloto, que mesmo de fora, acompanhou as mudanças na categoria nos últimos tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *