Copa Shell HB20 abre temporada 2020 mais forte

Com novo nome, parceria, transmissão e grid cheio, categoria disputa primeira etapa do ano neste fim de semana em Goiânia (GO), seguindo rígidos protocolos de segurança.

Depois de um longo tempo de espera provocado pela chegada do Coronavírus no mundo, que atrasou o início de todos os campeonatos esportivos mundiais, a Copa HB20 ganhou o sinal verde para a realização de sua primeira etapa de 2020 neste fim de semana em Goiânia (GO), correndo ao lado da Stock Car e Stock Light e seguindo rígidos protocolos de conduta por conta da pandemia. 

Para este ano, o campeonato apoiado pela Hyundai traz como principal novidade a entrada da Shell nos naming rights, passando a se chamar Copa Shell HB20 e abastecendo o grid com o Etanol V-Power. Dentro da pista, o sucesso continua com 30 carros confirmados para toda a temporada, a evolução de pilotos da divisão Super para a Pro e a chegada de novos nomes. 

Na divisão Pro, a promessa é de briga ferrenha pela vitória entre os principais nomes do ano passado, como Raphael Abbate, Diego Augusto, (que corre em dupla com Wagner Cardoso neste ano), Edgar Favarin, Odair dos Santos, Beto Cavaleiro, Bruno Testa e os irmãos Bornemann, para citar alguns, com os recém-chegados Luciano Viscardi (em parceria com Thiago Riberi), Daniel Nino, Kleber Eletric, Cassio Cortes – estes oriundos da Super -, Keka Teixeira e André Bragantini Jr. e Diego Ramos, da Academia Shell, entre outros. 

Na divisão Super, nomes que permaneceram como Edgar Colamarino, Marcelo Zebra e Thiago Sansana ganham a companhia de gente como Edson Reis, Diego Vallini, Alexandre Canassa, Renata Camargo, Leandro Parizotto, Rodrigo HB, Fábio Neto, Luiz Albuquerque, Marcus Indio, Rafael Maeda e Romulo Molinari, entre outros. Dos confirmados no ano todo, apenas Fabinho Lemans (Pro, recuperando-se de cirurgia) e a dupla formada por Thaline Chicoski e Pedro Perdoncini (Super, por conta compromissos particulares) não estarão presentes em Goiânia. 

Na parte esportiva, a novidade é a mudança da formação do grid de largada para a segunda corrida. Ao invés de inverter os dez primeiros, o número de pilotos que trocam de posição será determinada pelo número correspondente ao décimo de segundo do tempo da última volta do décimo colocado. Exemplificando: se o décimo colocado registrar uma volta em 1:50.900, os nove primeiros invertem; se a volta for em 1:50.200, apenas os dois primeiros trocam de posições. O resto do formato da competição não muda, com uma corrida no sábado e outra no domingo. 

Já na parte de transmissões, uma parceria garantiu a exibição de todas as corridas do ano ao vivo pelo canal do YouTube dos Acelerados, enquanto o canal a cabo Band Sports seguirá passando um compacto da prova do sábado antes da transmissão ao vivo da disputa do domingo. “Estamos muito felizes em voltar a competir, mas não ficamos nenhum tempo parado. Nesse período tivemos reuniões regulares entre os pilotos e com a CBA e só nos faltava mesmo acelerar – claro, tomando todos os cuidados necessários por conta da pandemia. Com grandes pilotos estabelecidos no grid e jovens talentos chegando, além da chegada de novos parceiros como a Shell e o Acelerados, devemos ter uma temporada mais emocionante ainda. Por enquanto, estamos só com a etapa de Goiânia confirmada, mas as outras datas estão próximas de serem divulgadas”, comenta Daniel Kelemen, CEO da HRacing, organizadora da Copa Shell HB20.

 

Programação da primeira etapa: 

Sexta-feira (24)

Treino Livre 1 – 10h20

Treino Livre 2 – 15h35

Treino Livre 3 – 16h55 

Sábado (25)

Treino Livre 4 – 08h30

Classificação Pro – 11h20 (Acelerados, Facebook)

Classificação Super – 11h37 (Acelerados, Facebook)

Corrida 1 – 14h15 (Acelerados, Facebook) 

Domingo (26)

Corrida 2 – 14h21 (Acelerados, Facebook, Band Sports) 

 

Lista de inscritos para Goiânia 

Pro

#09 – Cassio Cortes

#11 – Luciano Viscardi/Thiago Riberi

#15 – Bruno Testa

#18 – Daniel Nino

#20 – Raphael Abbate

#31 – Caito Carvalho

#33 – Alberto Catucci

#38 – Rogerio Motta

#42 – Chris Bornemann/Lucas Bornemann

#67 – André Bragantini Jr.

#70 – Kleber Eletric

#74 – Edson Favarin/Odair dos Santos

#77 – Beto Cavaleiro

#113 – Diego Ramos

#197 – Luiz Sena

#404 – Diego Augusto/Wagner Cardoso

 

Super

#05 – Edgar Colamarino

#06 – Luiz Albuquerque/Fábio Neto

#13 – Marcelo Zebra

#21 – Rafael Maeda/Marcus Indio

#22 – Edson Reis

#27 – Marcus Leão/Romulo Molinari

#64 – Renata Camargo

#66 – Lula Albuquerque

#71 – Alexandre Canassa/Diego Vallini

#80 – Rodrigo HB

#84 – Thiago Sansana

#111 – Leandro Parizotto

#161 – Antonio Junqueira

#177 – Keka Teixeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *