Copa Shell HB20: Corrida emocionante coroa vitória de Rafael Reis, na inauguração do Potenza

Primeira corrida nacional disputada na história do circuito mineiro teve intensas disputas, trocas de posição e decisão na última volta. Pela Elite Marcus Índio levou a melhor e Leandro Parizotto venceu pela primeira vez na Super

A Copa Shell HB20 realizou na tarde deste sábado (2/10) a primeira corrida nacional da história do Autódromo Potenza, em Lima Duarte (MG). E a vitória ficou com Rafael Reis, que largou na terceira posição e travou intensa disputa com seu irmão Leonardo – o pole position – e o mineiro Marcelo Mendes. Os três se alternaram na liderança até mais da metade da prova, até que Rafael se firmou na frente, com Mendes em segundo e Leo em terceiro. Um problema na penúltima volta quase tira a vitória de Reis, que segurou a pressão e venceu pela segunda vez no campeonato.

Marcelo Mendes foi o segundo, Leo Reis fechou em terceiro, com Alberto Cattucci em quarto e Gustavo Magnabosco completando o pódio. Luiz Sena Jr levou o Troféu Brazzo Volta Mais Rápida, com 1min51s416.

“Foi uma corrida muito boa, disputada do começo ao fim. Nas últimas cinco voltas consegui abrir uma boa distância, mas no final tive algum problema que causou um vazamento de óleo e meu carro começou a perder rendimento. Mas graças a Deus alguém bateu e causou a entrada do safety car, por que se não fosse assim eu não ia conseguir vencer”, explicou Reis, se referindo ao incidente com Silvio Gaspar, que ficou parado na área de escape na penúltima volta.

Pela Super a disputa também foi intensa. Marcus íncio fez uma grande largada e pulou para a primeira posição. O pole position Lucas Bornemann se envolveu em um incidente com Daniel Nino ainda na primeira volta e foi punido pela direção de prova. Índio seguiu fazendo uma grande corrida, se encaixou entre os pilotos da Pro e terminou na sétima posição geral – primeiro na Elite. Juba Giarreta foi o segundo, Pedro Perdoncini o terceiro, Rodrigo Barone o quarto e Keka Teixeira o quinto.

Antonio Junqueira, Leo Martins, Silvio Gaspar e Alberto Cattucci correram com adesivos em seus carros celebrando a chegada do filho de Índio, que é esperado para os próximos meses. “Deu tudo certo na corrida de hoje. A prova foi em homenagem ao meu filho Thor. Meus amigos também entraram no clima e participaram dessa homenagem. Isso fez tudo ficar ainda melhor. Estou muito feliz e espero mais um bom resultado amanhã”, comemorou Índio.

E teve vencedor inédito na Super. Leandro Parizotto ultrapassou Enzo Gianfratti na parte final da prova para vencer pela primeira vez na categoria. Enzo terminou em segundo, com Thiago Sansana em terceiro, Leo Martins em quarto e o pole position João Bortoluzzi em quinto.

“A largada foi um pouco conturbada. Perdi algumas posições, mas consegui recuperar. Mantive a regularidade na prova e, na persistência, assumi a liderança no final e finalmente a primeira vitória chegou. Que seja a primeira de muitas”, celebrou Parizotto.

Os carros da Copa Shell HB20 retornam à pista no domingo, para a corrida 2. O canal Acelerados e o BandSports transmitem a prova ao vivo e também exibem um compacto da corrida 1, a partir das 11 horas.

Resultado final corrida 1:
1. Rafael Reis (Pro) – 15 voltas em 29min21s290
2. Marcelo Mendes (Pro) – a 1.096
3. Leonardo Reis (Pro) – a 1.999
4. Alberto Cattucci (Pro) – a 2.387
5. Gustavo Magnabosco (Pro) – a 2.870
6. Beto Cavaleiro (Pro) – a 4.565
7. Marcus Índio (Elite) – a 5.561
8. Kleber Eletric (Pro) – a 6.564
9. Ricardo Merliere (Pro) – a 7.812
10. Rodrigo Elger (Pro) – a 8.610
11. Juba Giarreta (Elite) – a 9.406
12. Pedro Perdoncini (Elite) – a 10.627
13. Rodrigo Barone (Elite) – a 11.565
14. Keka Teixeira (Elite) – a 12.619
15. Leandro Parizotto (Super) – a 14.245
16. Enzo Gianfratti (Super) – a 15.362
17. Thiago Sansana (Super) – a 16.327
18. Rogerio Motta (Pro) – a 16.956
19. Leo Martins (Super) – a 17.577
20. João Bortoluzzi (Super) – a 18.193
21. Leo Rufino (Super) – a 19.294
22. Thaline Chicoski (Super) – a 20.230
23. Chris Bornemann (Pro) – a 20.668
24. Diego Peroni (Super) – a 21.533
25. Tiago Kfouri (Super) – a 22.197
26. Thiago Rizzo (Super) – a 23.013
27. Marcelo Zebra (Super) – a 23.687
28. Cassio Cortes (Elite) – a 24.988
29. Raphael Abbate (Pro) – a 33.722
30. Luiz Sena Jr (Pro) – a 34.553
31. Bruno Testa (Pro) – a 1 volta
32. Silvio Gatão Gaspar (Super) – a 2 voltas
Não completaram 75% da prova:
33. Eduardo Doriguel (Super)
34. Wagner Cardoso (Pro)
35. Tuca Antoniazi (Pro)
36. Thiago RIberi (Pro)
37. Antonio Junqueira (Pro)
38. Daniel Nino (Elite)
39. Gustavo Bortolozo (Super)
40. Lucas Bornemann (Elite) DQ
Troféu Brazzo Volta Mais Rápida: Luiz Sena Jr – 1min51s416

Programação de pista para domingo
08:20 – 08:35 – Warmup
11:00 – Abertura de transmissão
11:20 – Largada corrida 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *