Endurance: Kiryla e Orige vencem na despedida do autódromo de Curitiba

Disputa válida pela sexta etapa do campeonato teve quatro horas de duração e marcou a última passagem do Império Endurance Brasil pela capital paranaense

O Império Endurance Brasil realizou neste sábado a sua última passagem pelo Autódromo Internacional de Curitiba. E o que se viu na pista ao longo das quatro horas da prova válida pela sexta etapa do campeonato foi um show de ultrapassagens e disputas emocionantes nas sete categorias que compõem o evento. No final, vitória da dupla Gustavo Kiryla e Vicente Orige a bordo de um protótipo AJR preparado pela equipe Motorcar.

“A gente estava com esta vitória engasgada desde a segunda etapa do campeonato, quando liderávamos a corrida e a vitória escapou na última volta por conta de uma quebra. Desta vez conseguimos ter um carro bastante regular ao longo de toda a prova e isso foi determinante para que conseguíssemos este grande resultado”, disse Kiryla. “Estou muito feliz por me despedir de Curitiba com esta vitória. Embora eu seja catarinense, foi aqui no Autódromo de Curitiba que eu comecei a competir em modalidades de asfalto. Esta pista é minha casa e, por tudo isso, esse troféu terá um lugar especial na minha prateleira”, completou Orige.

A segunda colocação da prova ficou com o trio formado por Ricardo Rodrigues, Edson Coelho e Leandro Romera, também a bordo de um protótipo AJR. Emílio Padron, Marcelo Vianna e Renan Guerra ficaram em terceiro lugar. Logo após os três protótipos da categoria P1, veio a McLaren 720s de Marcelo Hahn e Allam Khodair. O quarto lugar da geral valeu a vitória e a liderança da dupla da Blau Motorsport na GT3.

“Foi uma prova difícil, disputada do começo ao fim, onde prevaleceu a paciência na negociação de ultrapassagens sobre retardatários e o cuidado com o equipamento. É muito bom voltar a vencer após duas etapas onde tivemos maiores dificuldades e agora é buscar administrar essa vantagem e se manter na ponta nas duas etapas que faltam para chegar ao título”, afirmou Hahn. “Com certeza uma das vitórias mais importantes da minha carreira. Foi aqui em Curitiba que comecei minha carreira correndo de Fórmula Renault, foi aqui que eu e Marcelo conquistamos nossa primeira vitória correndo em dupla pela extinta GT3, em 2009, e aqui também que conquistei meu primeiro pódio na Stock Car. Uma pena perdermos uma praça tão importante como Curitiba. Mas, pelo menos, nos despedimos da melhor maneira possível”, disse Khodair.

Na quinta colocação, fechando o pódio geral da prova, ficou a dupla da Mercedes AMG GT3 Ricardo Baptista e Cacá Bueno. “Levando em consideração o lastro que tivemos que carregar e todos os percalços que tivemos durante a prova, posso dizer que conquistamos o melhor resultado possível. No final, após o penúltimo Safety Car, eu ainda tentei buscar o Khodair, mas não deu”, analisou Cacá.

Já na GT3 Light a vitória foi da Ferrari de Ricardo Mendes, Tom Filho e Marçal Muller. Na GT4, a Mercedes de Cássio Homem de Mello e André Moraes Jr levou a melhor. E na GT4 Light quem dominou as quatro horas de Curitiba foi o trio formado por Ayman Darwich, João Barbosa e João Gonçalves.

Fecharam o sábado de pódios do Império Endurance Brasil a dupla Fernando Poeta e Claudio Ricci, vencedora na P2, e o trio Gustavo Simon, Rafael Simon e Marcelo Peixoto, primeiro colocado da P3. A próxima etapa do campeonato acontece no dia 06 de novembro, em Santa Cruz do Sul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *