Copa Shell HB20 fecha etapa de Curitiba com quatro vencedores diferentes

Bruno Testa, Leo Reis, Diego Ramos e Juba Giarreta triunfaram neste fim de semana; corrida deste domingo foi marcada por intervenções de safety car, fortes disputas e trocas de líderes na Super.

Está concluída a sexta etapa da temporada 2020 da Copa Shell HB20. A segunda corrida da antepenúltima rodada dupla da temporada foi disputada neste domingo (8) em Curitiba e viu vitórias de Diego Ramos na Pro e Juba Giarreta na Super. Eles se juntam a Bruno Testa (Pro) e Leonardo Reis (Super) como os quatro vencedores da etapa paranaense.

Após uma corrida sem interrupções no sábado, a prova de domingo foi marcada por três intervenções do safety car. A última delas terminou apenas para a última volta da prova, que foi concluída com Kleber Eletric – que garantiu seu melhor lugar na temporada – com a segunda posição. André Bragantini fechou em terceiro, Cássio Cortes, que também conquistou seu melhor resultado em 2020 com a quarta posição e Raphael Abbate completaram o pódio.

“Contamos um pouco com a sorte hoje, com as entradas do safety car. Estava muito difícil conseguir segurar o pessoal que vinha atrás de mim. O mais importante dessa etapa em Curitiba é que consegui manter a liderança do campeonato. Estou muito feliz por isso”, comentou Diego Ramos.

Bruno Testa, destaque da Pro no sábado com pole e vitória, ganhou um lastro de 50 quilos pela vitória na prova 1 e não conseguiu se destacar na conclusão da rodada dupla. Terminou apenas com a 11ª posição: “Tem dias que a gente ganha e dias que a gente perde, faz parte. Estou é feliz da vida com minha vitória ontem.”

Na Super, Giarreta se mostrou completamente adaptado à categoria e conquistou sua primeira vitória na temporada. “Aconteceram muitos imprevistos, muitas entradas do safety car nessa corrida. Mas hoje deu tudo certo pra mim. Consegui fazer as ultrapassagens que eu precisava nos momentos de bandeira verde, também pude me manter afastado dos problemas e assim garantir a minha primeira vitória”, celebrou.

Já o HB20 #329 dos irmãos Rafael e Leonardo Reis, vencedores do sábado, conseguiram um bom desempenho no domingo, mesmo após o lastro de 50 quilos adquirido, e terminaram com a quarta posição. Edson dos Reis foi o segundo hoje, seguido por Marcus Índio. Antonio Junqueira completou o pódio. “Estamos muito felizes com o fim de semana, com vitória e desempenhos consistentes. E vamos seguindo firme na briga pelo título”, comenta Leo.

Os resultados do final de semana mantiveram a liderança do campeonato da Pro nas mãos de Diego Ramos, com 118 pontos. Raphael Abbate segue na segunda posição com 114 e André Bragantini aparece em terceiro, com 92. Na Super, Edgar Colamarino somou apenas três pontos na capital paranaense, mas foi o suficiente para se manter em primeiro no campeonato. Antonio Junqueira aparece logo atrás com 116. Keka Teixeira é o terceiro com 104 pontos.

A categoria retorna à pista em Goiânia, nos dias 21 e 22 de novembro, para a penúltima etapa do campeonato. Veja como terminaram as corridas em Curitiba:

Corrida 1:
1. Bruno Testa (Pro) – 15 voltas
2. Thiago Riberi (Pro) – a 0s495
3. Raphael Abbate (Pro) – a 1s046
4. Vitor Genz (Pro) – a 6s295
5. Kleber Eletric (Pro) – a 7s748
6. André Bragantini (Pro) – a 8s493
7. Eduardo Pavelski (Pro) – a 10s480
8. Alberto Catucci (Pro) – a 10s625
9. Diego Ramos (Pro) – a 11s357
10. Chris Bornemann (Pro) – a 17s513
11. Daniel Nino (Pro) – a 19s551
12. Leonardo Reis (Super) – a 20s062
13. Romulo Molinari (Super) – a 23s544
14. Juba (Super) – a 27s995
15. Marcos Ramos (Super) – a 28s375
16. Tiago Ramos (Super) – a 31s180
17. Luiz Sena Jr (Pro) – a 37s233
18. Odair dos Santos (Pro) – a 37s483
19. Leandro Parizotto (Super) – a 42s229
20. Edson Reis (Super) – a 42s507
21. Fabio Albuquerque (Super) – a a45s222
22. Pedro Perdoncini (Super) – 45s419
23. Thiago Sansana (Super) – a 47s311
24. Marcelo Zebra (Super) – a 1min02s840
25. Sandro Siqueira (Super) – a 1 volta
26. Lucas Bornemann (Pro) – a 1 volta
27. Alexandre Canassa (Super) – a 1 volta
28. Keka Teixeira (Super) – a 1 volta
Não completaram
29. Marcus Índio (Super)
30. Antonio Junqueira (Super)
31. Edgar Colamarino (Super)
32. Beto Cavaleiro (Pro)

Corrida 2:
1. Diego Ramos (Pro), 15 voltas
2. Kleber Eletric (Pro), a 0.408
3. André Bragantini (Pro), a 0.663
4. Cassio Cortes (Pro), a 1.655
5. Raphael Abbate (Pro), a 2.069
6. Lucas Bornemann (Pro), a 2.468
7. Christiano Bornemann (Pro), a 3.486
8. Luciano Viscardi (Pro), a 3.825
9. Odair Paraguai (Pro), a 4.252
10. Luiz Sena Jr (Pro), a 4.729
11. Bruno Testa (Pro), a 5.028
12. Juba (Super), a 5.614
13. Edson dos Reis (Super), a 6.317
14. Indio (Super), a 6.962
15 . Rafael Reis (Super), a 7.522
16. Antonio Junqueira (Super), a 8.092
17. Luiz Henrique Filho (Super), a 9.230
18. Thiago Sansana (Super), a 9.867
19. Edgar Colamarino (Super), a 10.784
20. Romulo Molinari (Super), a 11.594
21. Molly (Super), a 12.305
22. Eduardo Doriguel (Pro), a 12.852
23. Diego Vallini (Super), a 13.079
24. Keka Teixeira (Super), a 13.755
25. Marcelo Zebra (Super), a 14.139
26. Beto Cavaleiro (Pro), a 15.432
27. Sandro Siqueira (Super), a 16.320
28. Felipe Carvalho (Pro), a 3 voltas
29. Thaline Chicoski (Super), a 4 voltas
30. Luiz Albuquerque (Super), a 4 voltas
31. Daniel Nino (Pro), a 7 voltas
32. Leandro Parizotto (Super), a 15 voltas

Classificação Pro (Top 5):
1. Diego Ramos – 118 pontos
2. Raphael Abbate – 114
3. André Bragantini – 92
4. Luciano Viscardi/ Thiago Riberi – 85
5. Edgar Favarin – 79

Classificação Super (Top 5):
1. Edgar Colamarino – 118
2. Antonio Junqueira – 116
3. Keka Teixeira – 104
4. Rafael/ Leonardo Reis – 105
5. Juba Giarreta – 78

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *