Copa Vicar: Eduardo Leite conseguiu o nono lugar na classificação

A opinião unânime na Copa Vicar é que todos estão muito próximos na disputa da segunda etapa da temporada, que será realizada no domingo (3), às 13h00. Com exceção do pole position, André Bragantini, que encontrou uma volta muito boa na sessão que definiu o grid neste sábado (2), os demais estão num ritmo parecido.

Tiago Gonçaves ficou com o segundo lugar, seguido por Rafael Daniel e Felipe Lapenna – esses dois separados por apenas três milésimos de segundo.

Teve até pilotos empatados com o mesmo tempo, caso de Juliano Moro, o quinto, e Galid Osman, o sexto, ambos com 1min01s624. A volta que garantiu a pole position de André Bragantini foi em 1min01s258. Essa competitividade não surpreendeu Eduardo Leite (VRS-Dyna-Molas Aço-Artplast), piloto da DCM Motorsport, que ficou em nono. “Aqui em Brasília é sempre assim, as diferenças são pequenas e fica todo mundo muito próximo, mas eu esperava um pouquinho mais”, confessa.

Depois do bom desempenho nos treinos livres, o objetivo era estar um pouco mais na frente. “Ainda não sabemos o que houve. Não errei, não aconteceu nada, mas o tempo não veio. De qualquer forma, é uma posição que me dá a chance de fazer uma boa prova, estou largando por dentro, o que é fundamental em Brasília”, revela Eduardo Leite, que busca seus primeiros pontos no campeonato. “O fato do Tiago (Gonçalves, companheiro de equipe) estar na primeira fila mostra que temos condições de andar bem”, analisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *