Copa Vicar: Equipe Tekpron em fase final de preparação para 2008

Faltando pouco mais de um mês para a temporada 2008 da Copa Vicar, a Scuderia Tekprom faz os últimos ajustes na montagem dos carros que serão pilotados por Lucas Molo e Alexandre Cunha.

Segundo o chefe da equipe, Murilo Pilotto, as coisas mais complexas estão sendo feitas agora. “Estamos na fase de adaptação da gaiola à nova carroceria dos carros, ou seja, é o momento em que a nova carroceria está sendo fixada ao chassi. Ela chega pura, e cada equipe faz da sua forma. Fechadura, dobradiça, tudo é feito por nós”, comenta Murilo. E complementa, “a próxima fase será a pintura, depois a regulagem. Então estaremos prontos para os treinos”.

Murilo fala também sobre o que mudou nos carros em relação ao ano passado, ano de estréia da equipe na categoria, e da evolução técnica da Scuderia. “Esse ano trocamos a carroceria dos carros. O regulamento nos deu várias opções de bolhas e nós optamos pela Peugeot 307 Sedan. E, na parte técnica, tivemos uma evolução significativa. Reforçamos todo o chassi com fibra de carbono, pois é muito mais seguro, além de mais leve. É o mesmo material utilizado em aeronaves”.

O técnico da Tekprom explica também que as rodas e cubos de roda foram mudados, seguindo o novo regulamento da Stock Car.  Adaptações também foram feitas no interior dos carros, com o intuito de reforçar a segurança dos pilotos.

Murilo termina comentando que os carros estão em constante evolução, pois sempre há alterações a serem feitas. “Durante o ano vamos testando e verificando o que precisa ser modificado. As revisões entre uma corrida e outra são grandes, as peças se desgastam com muita rapidez, por isso temos que revisar sempre as máquinas, para sabermos o que precisa ser refeito ou substituído, se necessário”.

“No final de cada temporada desmonta-se o carro todo e faz-se uma revisão geral do chassi, e isso inclui pintar, limpar o chassi. Ou seja, o hábito é mesmo reconstruir o carro ao final de cada temporada”, conclui o chefe da Scuderia Tekprom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *