Copa Vicar: Full Time inicia testes com 3º tempo em Interlagos

Paulo Salustiano ficou a 0s307 da melhor marca da sessão. Pneus Goodyear e nova chicane foram as atrações.

A equipe Full Time iniciou os testes preparatórios para a Copa Vicar de maneira positiva em Interlagos. Entre os 24 carros que foram a pista na prática da manhã desta quarta-feira (26/03), a equipe comandada por Mauricio Ferreira obteve o 3º melhor tempo com o paulista Paulo Salustiano com o tempo de 1min49s594, somente 0s307 atrás do catarinense Afonso Bastos, o mais rápido com a marca de 1min49s287.


“Foi um bom começo, já que ainda estou conhecendo a nova equipe e me readaptando ao câmbio, diferente da Copa Nextel. Por isso acredito que as coisas devam melhorar ainda mais nos próximos treinos”, disse Salustiano.


Entre os outros membros do time, o paulista Felipe Lapenna iniciou sua adaptação aos carros da categoria com o 11º lugar, apesar de enfrentar problemas elétricos que o fizeram perder boa parte da sessão. Problemas também afetaram Daniel Landi, que ficou em 17º com problemas de motor que roubavam cerca de 20 km/h de velocidade final em seu carro. Já Cássio Homem de Mello foi outro que andou pouco, em 22º lugar, sendo o primeiro piloto a ter um dos novos pneus Goodyear furado.


Para Mauricio Ferreira, o primeiro resultado foi considerado satisfatório. “Enfrentamos alguns problemas comuns de carros novos, que vão a pista pela primeira vez. Mas a marca obtida pelo Salustiano nos deixa animados para o resto dos testes”, afirmou Ferreira.


Pneus – Uma das novidades dos testes coletivos da Stock Car é a estréia da Goodyear como fornecedora de pneus da categoria. E a primeira impressão dos pilotos da Copa Vicar sobre os novos compostos foi extremamente positiva. “Com certeza é o melhor que o antigo”, falou Salustiano.


Felipe Lapenna, que conheceu os pneus antigos em testes na temporada passada, foi outro que aprovou os novos “calçados”. “O pneu é muito bom, você sente que ele tem mais aderência, principalmente quando se coloca um conjunto novo”.


Até mesmo Cássio Homem de Mello, a primeira vítima de furo no novo pneu, estava satisfeito. “Não cheguei a andar com o pneu antigo no asfalto novo de Interlagos, mas não dá para negar que o Goodyear se mostrou melhor, com muito mais “grip”, falou. O problema enfrentado por Cássio com o pneu traseiro direito foi identificado pelos técnicos da Goodyear como uma pedra que entrou na banda de rodagem e fez com que o pneu perdesse pressão.


Chicane – A nova chicane utilizada na subida da reta dos boxes provocou opiniões diferentes dentro dos boxes da Full Time. Lapenna aprovou a utilização da variante. “Eu gostei. Sempre me adaptei bem as mudanças rápidas de direção que uma chicane como essa exige, além de deixar Interlagos com cara de novidade para nós. A chicane está sendo feita em 3ª ou 4ª marcha e mudou o ponto de freada no “S do Senna”. Antigamente a freada era nos 100 metros, agora passou a ser entre 60 e 50 metros antes da curva”, contou o piloto que vai competir com uma caminhonete S10 na categoria Pickup Racing.


Já os demais pilotos do time não estavam satisfeitos com a chicane. O grande problema tem sido a visão na entrada da curva. “Os pneus colocados ali estão muito altos e não dá para ver nada quando você entra na chicane”, disse Daniel Landi. Para Salustiano, a medida podia ser descartada, já que a Stock Car melhorou a segurança dos carros desde o final do ano passado. “Tomara que com os treinos da Copa Nextel, que conta com pilotos mais experientes, algumas alterações sejam feitas, pois ali ficou um ponto meio cego mesmo”, disse Homem de Mello.


A Copa Vicar volta a pista ainda hoje, com mais uma sessão de uma hora de duração a partir das 12h30.
A classificação do primeiro treino desta quarta-feira pela Copa Vicar foi o seguinte:
1º) Afonso Bastos (SC), 1:49.287, média de 141.94 Km/h
2º) Fabio Carreira (SP), 1:49.582
3º) Paulo Salustiano (SP), 1:49.594
4º) Lico Kaesemodel (PR), 1:50.176
5º) Rafael Daniel (SP), 1:50.199
6º) Lucas Molo (RJ), 1:50.895
7º) Andre Nicastro (SP), 1:51.109
8º) Galid Osman (SP), 1:51.631
9º) Rubens Fontes (GO), 1:51.804
10º) Hybernon Cysne (CE), 1:51.972
11º) Felipe Lapenna (SP), 1:52.315
12º) Cadú Pasetti (SP), 1:52.433
13º) Rene Bauer (SP), 1:52.554
14º) Tiago Gonçalves (SP), 1:52.582
15º) Rodrigo Navarro (SP), 1:52.714
16º) Jason Oliveira (SP), 1:53.011
17º) Daniel Landi (SP), 1:53.332
18º) Juliano Silveira (SP), 1:54.111
19º) Henrique Lambert (SP), 1:54.358
20º) Renato Rattes (SP), 1:54.384
21º) Rodrigo Stefanini (SP), 1:54.735
22º) Cassio Homem de Mello (SP), 1:55.167
23º) Fernanda Parra (SP), 2:29.261
24º) Ruben Carrapatoso (SP), 46:19.976

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *