Copa Vicar: Pachenki mantém-se líder da Copa Vicar Stock Car depois de acidente

Paranaense da ALM Pachenki Motorsport teve o carro danificado em toque com Berlanda e Moro, mas terminou em oitavo e segue um ponto à frente.

Um oitavo lugar marcou a conturbada participação do paranaense Diogo Pachenki na terceira etapa da Copa Vicar Stock Car. O resultado deste domingo (17) no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul foi suficiente para manter o piloto da ALM Pachenki Motorsport como líder do campeonato. A corrida revelou o terceiro vencedor da temporada – o também paranaense Júlio Campos, da Carlos Alves Competition Team, que largou da pole e liderou de ponta a ponta.

Décimo no grid, Pachenki perdeu três posições na largada. Era décimo na sexta volta. Na sétima, já em nono, envolveu-se em um acidente. “Eu e o Eduardo Berlanda ultrapassamos um outro piloto, eu por dentro e ele por fora. Chegamos à curva juntos, ainda eu por dentro e ele por fora. Ele trouxe o carro para dentro, senão passaria direto, e houve o toque. Acabou sobrando para o Juliano (Moro), que não tinha nada a ver com isso”, narrou o líder do campeonato.

O toque com Berlanda fez Pachenki perder o controle do carro. Moro, que vinha logo atrás, tentou desviar do carro do paranaense, mas acabou atingido, foi arremessado para fora da pista e teve de abandonar. Pachenki seguiu na corrida com o carro danificado. “Até então eu tinha um carro rápido o suficiente para estar entre os três primeiros. É claro que teria de fazer umas ultrapassagens, mas tinha carro para isso, estava vindo bem até a batida”, disse o paranaense.

A batida com Berlanda e Moro acabou afetando a suspensão traseira do carro de Pachenki, que exibe as cores e logomarcas de Marisol e One Store. “O carro ficou horrível, mas posso considerar que foi um bom fim de semana. Mesmo com problemas nos treinos e na corrida consegui manter a ponta do campeonato”, resumiu. O paulista Rafael Daniel, até então vice-líder da competição a um ponto de Pachenki, teve problemas e abandonou a corrida a nove voltas do final.

Campos foi o terceiro piloto a ganhar uma corrida em 2009. A abertura da temporada, em São Paulo, teve o próprio Pachenki como primeiro colocado. Em Brasília, o primeiro lugar foi do paulista Tiago Gonçalves. Campos deu sequência à rotatividade em Santa Cruz do Sul. A quarta etapa será disputada na tarde de 5 de julho, marcando a volta da categoria a Interlagos, onde também haverá provas da Copa Nextel Stock Car, da Pick-up Racing e da Stock Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *