Copa Vicar: Paulo Salustiano vence em Santa Cruz do Sul

Após a punição por doping, o piloto deu a volta por cima e conseguiu mais uma vitória.

Paulo Salustiano foi o vencedor da quarta etapa da Copa Vicar. Neste sábado, o piloto paulista, da equipe Full Time (Peugeot) ganhou a etapa de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, ao completar as 28 voltas em 40min48seg914, média horária de 145.29 km/h. O segundo lugar foi de Fábio Carreira, da RCM Motorsport (Mitsubishi), a 0seg292, enquanto o paranaense Lico Kaesemodel, da AMG Motorsport (Mitsubishi), ficou em terceiro, a 2seg827. Foi a recuperação de Salu, que foi penalizado por doping e perdeu os pontos obtidos até aqui – 50 pelas duas vitórias. A quinta etapa da Copa Vicar, divisão de acesso da Copa Nextel Stock Car será no dia 2 de agosto, no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em São Paulo.


Após a quarta etapa, o dez mais bem colocado da classificação geral da Copa Vicar são estes: 1º) Fábio Carreira (SP), 73; 2º) Diogo Pachenki (PR), 55; 3º) Afonso Bastos (SP), 52; 4º) Luiz Carreira Jr. (SP), 44; 5º) Beto Giorgi (SP), 34; 6º) Allan Hellmeister (SP), 30; 7º) Lico Kaesemodel (PR), 28; 8º) Julyano Silveira (RN) e Rafael Daniel (SP), 26; 10º) Paulo Salustiano (SP), 25


Mais uma vez, a Copa Vicar deu um show de competitividade e emoção. Os 34 participantes impõem um ritmo alucinante – às vezes até demasiado, garantindo momentos incríveis. As brigas entre Paulo Salustiano, Fábio Carreira e Lico Kaesemodel pela liderança foram o ponto alto da prova. Apesar dos ataque constante dos adversários, em alguns momentos bem mais rápidos, Salustiano conseguiu segurar a ponta e vencer pela terceira vez na temporada.


O vencedor destacou a dificuldade da prova. “Foi uma prova muito dura. Treinei sempre com chuva e a corrida aconteceu com pista seca. Dessa forma, não tínhamos o acerto correto para a prova. Além disso, meus adversários me deram bastante trabalho. Mas o importante foi conseguir essa vitória, a terceira da temporada. Agradeço a Deus, minha família e equipes, que deram todo o apoio para superar o problema que tive”, explicou Paulo Salustiano.


Emocionado com o resultado, Salustiano disse que começa do zero. “Tudo o que aconteceu é passado e não quero mais falar nisso. Estou começando do zero e uma vitória como esta me deixa cada vez mais confiante. O objetivo é levar minha equipe para a Copa Nextel no ano que vem, junto com meu companheiro de equipe, o Rafael Daniel. Sei que vamos conseguir”, finalizou.


Fábio Carreira, líder do campeonato, também considerou a prova boa. “Foi ótimo para a classificação. Tive duas chances de passar o Salustiano, mas acabei errando. A partir de determinado momento, pensei somente em marcar pontos, pois o que vale é conseguir o título da temporada, declarou o paulista”, da equipe RCM Motorsport.


Lico Kaesemodel, por sua vez, só tinha motivos para festejar. Mais cedo, na Copa Nextel Stock Car, ele terminou em 15º, marcando um ponto, e na Copa Vicar garantiu um pódio. “Foi tudo muito bom. Não tenho nem o que falar”, afirmou o paranaense


Resultado da quarta etapa da Copa Vicar:


1º) Paulo Salustiano (Peugeot, SP), 28 voltas em 40:48.914 (média de 145.29 km/h)
2º) Fabio Carreira (Mitsubishi, SP), a 0.292
3º) Lico Kaesemodel (Mitsubishi, PR), a 2.827
4º) Diogo Pachenki (Mitsubishi, PR), a 4.256
5º) Rafael Daniel (Peugeot, SP), a 4.926
6º) Afonso Bastos (Peugeot, SC), a 7.697
7º) Claudio Ricci (Mitsubishi, RS), a 7.775
8º) Diego Freitas (Mitsubishi, BA), a 8.452
9º) Eduardo Leite (Chevrolet, SP), a 8.987
10º) Wellington Justino (Mitsubishi, GO), a 19.852
11º) Eduardo Santos (Mitsubishi, RJ), a 22.716
12º) Gustavo Sondermann (Peugeot, SP), a 33.497
13º) Eduardo Berlanda (Peugeot, SP), a 35.334
14º) André Nicastro (Chevrolet, SP), a 36.545
15º) Daniel Landi (P Peugeot, SP), a 43.184
16º) Serafin Junior (Chevrolet, RJ), a 52.914
17º) Julyano Silveira (Mitsubishi, RN), a 1:00.874
18º) Rodrigo Navarro (Chevrolet, SP), a 1:07.676
19º) Murilo Macedo (Peugeot, SP), a 1:22.078
20º) Renato Rattes (Chevrolet, SP), a 1:29.525
21º) Jason Oliveira (Peugeot, SP), a 1 volta
22º) Ronaldo Freitas (Mitsubishi, CE), a 1 volta
23º) Hybernon Cysne (Mitsubishi, CE), a 1 volta
24º) Cristiano Federico (Peugeot, SP), a 3 voltas
25º) Renato Russo (Peugeot, SP), a 4 voltas
26º) Beto Giorgi (Mitsubishi, SP), a 7 voltas
27º) Thiago Gonçalves (Peugeot, SP), a 9 voltas
28º) Cadú Pasetti (Chevrolet, SP), a 17 voltas
29º) Felipe Lapenna (Peugeot, SP), a 22 voltas
30º) Alan Hellmeister (Chevrolet, SP), a 23 voltas
31º) Luiz Carreira Jr (Chevrolet, SP), a 23 voltas
32º) Cassio H de Mello (Peugeot, SP), a 27 voltas


Melhor Volta: Eduardo Leite, 1:26.245

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *