Copa Vicar: Scuderia Tekprom avalia desempenho em Interlagos e já pensa na próxima corrida

A oitava colocação de Alexandre Cunha na primeira corrida da temporada 2008 da Copa Vicar, no Autódromo de Interlagos, foi muito comemorada na Scuderia Tekprom. Afinal, é o primeiro passo para que a equipe atinja seu principal objetivo no ano: conseguir pontuação suficiente para estar entre os classificados para disputar a Copa Nextel do ano que vem.

Apesar de não conseguir chegar ao pódio, como era esperado, Alexandre aprovou seu rendimento na pista. “Todos na minha frente, com exceção do Afonso Bastos, que ficou em terceiro, já correram na Copa Nextel. Além disso, a partir da oitava volta, o freio começou a apresentar alguns problemas. Eu fiz a terceira melhor volta da prova, cheguei a ficar entre os cinco primeiros, mas tive que me segurar para acabar a prova bem. Deu para pontuar, que era o principal objetivo.”

Alexandre espera acertar o carro para a corrida de Brasília, em maio, para poder repetir o resultado de 2007. “Estamos tentando acertar os carros. Os dois terminaram inteiros, mas temos que avaliar algumas coisas. Em Brasília, a história é outra. É um circuito oval, no qual nos demos bem no ano passado”, diz o piloto, que foi terceiro na capital do país na prova na última temporada.

O companheiro de Alexandre na Tekprom, Lucas Molo, também teve alguns problemas mecânicos durante a corrida. “O carro não se comportou muito bem durante a corrida. Logo na primeira volta, houve uma batida e eu passei por cima de alguns fragmentos na pista. Não sei o quanto isto atrapalhou, já que o pneu não furou, mas tive um problema de aderência até o final e ficamos muito lentos. Mas a expectativa é boa para a corrida de Brasília”, diz o piloto, que terminou na 23ª colocação.

O chefe da Scuderia Tekprom, Murilo Pilotto, acredita em um bom desempenho em Brasília. “Vamos avaliar o que houve com os carros, regular o que for preciso. Mas, para Brasília, a expectativa é boa. Tivemos um bom desempenho por lá no último ano. Se a receita for aplicada corretamente, temos tudo para ir bem.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *