Dakar: Rally Dakar cancela 11ª etapa em virtude da neblina

A névoa presente no entorno da Cordilheira dos Andes não apresentava segurança para os pilotos e para os helicópteros da organização. Pausa pode ser positiva para o brasileiro José Hélio se preparar para o retorno às trilhas.

A neblina presente na Cordilheira dos Andes obrigou a organização do Rally Dakar a cancelar a 11ª etapa da competição que seria realizada nesta quarta-feira (14), entre as cidades de Copiapó, no Chile, e Fiambalá, na Argentina. A névoa iria atrapalhar a segurança dos pilotos e, principalmente, dos helicópteros da assistência médica que acompanham a prova. O campeonato será retomado amanhã na 12ª etapa, entre Fiambalá e La Rioja. A pausa pode ser positiva para o brasileiro José Hélio, o melhor piloto do país entre as motos, que terá um período a mais para se recuperar fisicamente e se preparar melhor para a reta final da competição. No sábado (17), os vencedores serão conhecidos, assim que terminarem a 14ª etapa em Buenos Aires.

Até esta fase, o tetracampeão do Rally dos Sertões tem feito uma participação expressiva. José Hélio ocupa o 12º lugar na classificação geral e o terceiro na categoria 450 Extreme, a qual está escrito. A ponta segue com o espanhol Marc Coma, campeão da edição de 2006. Na disputa de ontem, liderada pelo também espanhol Jordi Viladoms, José Hélio terminou com o 17º lugar. O brasileiro que conta com o patrocínio da Honda do Brasil, ASW e Flash Power, soma até agora 47h57min28s de tempo percorrido, com uma diferença de 4h4min58s para o primeiro colocado.

Quando os competidores retornarem às trilhas nesta quinta-feira, eles irão desbravar um percurso de 518 quilômetros, sendo 253 de especiais, entre Fiambalá e La Rioja. A 12 ª etapa é repleta de dunas e trechos sinuosos, que irão exigir bastante técnica dos pilotos.  

A competição que contou com a inscrição de 530 competidores, teve um grande número de abandonos. No total, 204 veículos deixaram a prova, entre eles, 93 motos, 79 carros, 21 caminhões e 11 quadriciclos.

Classificação Geral – categoria motos 
1 – Marc Coma – Espanha – 45h52min30s
2 – David Fretigne – França – 45h17min20s
3 – Cyrill Despres – França – 45h23min41s
4 – Jordi Villadoms – Espanha – 45h49min10s
5 – Helder Rodrigues – Portugal – 45h58min8s
6 – David Casteau – França – 46h00min15s
7 – Pall anders Ullevalseters – Noruega – 46h4min12s
8 – Francisco Lopez – Chile – 46h14min53s
9 – Frans Verhoeven – Holanda – 46h18min4s
10 – Henk Knuiman – Holanda – 46h56min55s
12 – José Hélio – Brasil – 47h57min28s

Resultados – 10ª etapa
1 – Jordi Viladoms
2 – Alain Duclos – Francês
3 – Pall anders Ullevalseters – Noruega
4 – Helder Rodrigues – Portugal
5 – David Casteu – França
6 – Cyril Despres – França
7 – Marc Coma – Espanha
8 – Henk Knuiman – Holanda
9 – Frans Verhoeven – Holanda
10 – Teus Visser – Holanda
17 – José Hélio – Brasil 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *