Desafio Estrelas: Com pane nos freios, Di Grassi termina em quarto a primeira bateria

Confiante, piloto acredita que pode lutar pela vitória na segunda etapa da competição, amanhã, às 11 horas, com transmissão ao vivo pela Globo.

Em uma prova disputadíssima da primeira à última volta, vencida pelo alemão Michael Schumacher, o piloto de testes da equipe Renault F1, Lucas Di Grassi (Clear/Eurobike/Schioppa), terminou a primeira bateria do 5º Desafio Internacional das Estrelas na quarta posição. O evento – hoje considerado como uma das mais importantes competições de kart do mundo – está sendo disputado neste fim de semana na Arena Sapiens Parque, em Florianópolis (SC).

Depois de não ter ido além da 15ª posição nos treinos livres de ontem, di Grassi conseguiu a terceira posição na tomada de tempos realizada no início da tarde de hoje (28), que definiu o grid para a primeira das baterias que compõem o Desafio, a apenas 0s092 do pole position Nelsinho Piquet. A segunda posição ficou para o piloto da F-Indy Vitor Meira.

“O rendimento do kart melhorou muito em relação à ontem porque deixei para colocar hoje tudo o que tinha de melhor, como os pneus”, revelou Di Grassi. Na prova, que teve largada às 16 horas, Lucas manteve a terceira posição nas primeiras voltas, mas a partir da décima passagem começou a enfrentar problemas com o freio de seu monoposto. “Larguei e vinha bem, mas lá pela décima volta acabou o freio. E aí fica difícil de você continuar andando rápido e de maneira constante”, lamentou.

Piquet manteve a primeira posição até a metade da prova, quando cometeu dois erros que o fizeram cair para a 9ª posição e permitiu a passagem do italiano Vitantonio Liuzzi (que já havia superado Meira) e Schumacher. Aproveitando a briga dos dois primeiros colocados, o alemão assumiu a liderança e abriu razoável distância até a bandeirada.

Meira perdeu rendimento e terminou em quinto, atrás de Felipe Massa, o terceiro (que largou em 12º e competiu pela primeira vez desde o acidente no GP da Hungria de F1 que o afastou temporariamente das pistas) e de Di Grassi, o quarto.

Para a segunda bateria, que acontecerá amanhã (29), a partir das 11h, com transmissão ao vivo pela Rede Globo, Lucas está confiante. “Vou largar em quinto e acho que tenho boas possibilidades de conquistar um pódio ou até mesmo de vitória”, afirmou.

Em relação ao traçado da pista desenhado por ele próprio, com a ajuda de Massa, o piloto também estava bastante satisfeito. “A pista está numa condição muito boa, com vários pontos de ultrapassagem, e o traçado foi elogiado por alguns dos pilotos que estão por aqui”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *