DTM: Bruno Spengler e Maxime Martin vencem em Norisring

O canadense Bruno Spengler e o belga Maxime Martin, parceiros na BMW Team RBM, foram os vencedores da quarta etapa da temporada, disputada em Norisring, na Alemanha.

Prova 1:

No sábado (01/07) Spengler venceu a primeira prova. Foi a primeira vitória de Spengler desde 2013, no Red Bull Ring. Foi também a primeira vitória da BMW em Norisring em 25 anos.

Segundo no grid Spengler assumiu a ponta na largada. Mesmo com os carros parando nos boxes para trocar os pneus de chuva pelos slicks, o Campeão da temporada de 2012 manteve a ponta. Recebendo a bandeirada com 4s3 de vantagem sobre Martin, que alinhou na pole-position.

O sueco Mattias Ekström (Audi RS5/Abt) completou o pódio.

O alemão Marco Wittmann (BMW M4/RMG) terminou em quarto, seguido pelo compatriota e parceiros de equipe Timo Glock. O britânico Tom Blomqvist (BMW M4/RBM) foi o sexto.

O britânico Jamie Green (Audi RS5/Rosberg), o italiano Edoardo Mortara (Mercedes C63/HWA), o suíço Nico Müller (Audi RS5/Abt) e o britânico Gary Paffett (Mercedes C63/HWA) fecharam a zona de pontos.

O brasileiro Augusto Farfus (BMW M4/RMG) abandonou.

Final, prova 1:

1 – Bruno Spengler (BMW M4) – RBM – 61 voltas em – 53:15″53
2 – Maxime Martin (BMW M4) – RBM – 4″385
3 – Mattias Ekström (Audi RS5) – Abt – 4″776
4 – Marco Wittmann (BMW M4) – RMG – 10″812
5 – Timo Glock (BMW M4) – RMG – 12″151
6 – Tom Blomqvist (BMW M4) – RBM – 12″828
7 – Jamie Green (Audi RS5) – Rosberg – 18″573
8 – Edoardo Mortara (Mercedes C63) – HWA – 20″328
9 – Nico Müller (Audi RS5) – Abt – 21″355
10 – Gary Paffett (Mercedes C63) – HWA – 34″707
11 – Paul Di Resta (Mercedes C63) – HWA – 34″986
12 – René Rast (Audi RS5) – Rosberg – 35″357
13 – Mike Rockenfeller (Audi RS5) – Phoenix – 41″287
14 – Maro Engel (Mercedes C63) – HWA – 42″528

Abandonos:

Loic Duval (Audi RS5) – Phoenix – 61 voltas
Augusto Farfus (BMW M4) – RMG – 10
Lucas Auer (Mercedes C63) – HWA – 2
Robert Wickens (Mercedes C63) – HWA – 1

Prova 2:

No domingo (02/07) Martin venceu a segunda prova. O austríaco Lucas Auer (Mercedes C63/HWA) e Mortara fecharam o pódio.

Com os pilotos entrando nos boxes, para os pit stops obrigatórios, logo nas primeiras voltas, o francês Loic Duval (Audi RS5/Phoenix) permaneceu na pista, assumindo a liderança, seguido por Auer.

O canadense Robert Wickens (Mercedes C63/HWA), que alinhou em segundo, se envolveu em toque com o francês René Rast (Audi RS5/ Rosberg), com os dois retornando a prova, mas perdendo muitas posições.

Na volta 33 um fortíssimo acidente provocou a bandeira vermelha, de paralisação de prova.

Em uma disputa com Green, Paffett bateu no guard-rail interno antes do hairpin, com a Mercedes descontrolada retornando para a pista, acertando com violência o alemão Mike Rockenfeller (Audi RS5/Phoenix).

A Mercedes ficou destruída, com a batida no Audi arrancando a porta do carro de Rockenfeller. Os dois pilotos foram levados para um hospital, onde se constatou uma fratura no pé esquerdo de Rockenfeller.

Veja o vídeo do acidente: https://youtu.be/iSHVxIh8Q5w

Depois de 35 minutos de paralisação (o guard-rail teve que ser reconstruído), a prova recomeçou. Duval finalmente fez a sua parada nos pits, com Auer reassumindo a ponta.

Martin superou Auer, que pouco depois recuperou a posição. Sendo novamente superado, em definitivo, pelo belga.

Com um final sensacional, Mortara superou Ekström e Wittmann, garantindo o terceiro lugar.  Os carros receberam a bandeirada final lado a lado.

O britânico Paul Di Resta (Mercedes C63/HWA) foi o sexto, seguido por Farfus, que conquistou os seus primeiro pontos no ano, e Green.

O pole-position Blomqvist e Glock fecharam a zona de pontos.

Ekström lidera o campeonato com 89 pontos, dois a mais do que Auer.

A próxima etapa, no Moscow Raceway, acontece entre os dias 22 e 23 de julho.


Final, prova 2:

1 – Maxime Martin (BMW M4) – RBM – 66 voltas
2 – Lucas Auer (Mercedes C63) – HWA – 2″903
3 – Edoardo Mortara (Mercedes C63) – HWA – 4″460
4 – Mattias Ekström (Audi RS5) – Abt – 4″462
5 – Marco Wittmann (BMW M4) – RMG – 4″487
6 – Paul Di Resta (Mercedes C63) – HWA – 5″708
7 – Augusto Farfus (BMW M4) – RMG – 11″613
8 – Jamie Green (Audi RS5) – Rosberg – 12″064
9 – Tom Blomqvist (BMW M4) – RBM – 12″694
10 – Timo Glock (BMW M4) – RMG – 13″347
11 – Robert Wickens (Mercedes C63) – HWA – 15″163
12 – Bruno Spengler (BMW M4) – RBM – 15″360
13 – Nico Müller (Audi RS5) – Abt – 17″561
14 – Maro Engel (Mercedes C63) – HWA – 23″377
15 – Loic Duval (Audi RS5) – Phoenix – 1 giro

Abandonos:
René Rast (Audi RS5) – Rosberg – 34 voltas
Mike Rockenfeller (Audi RS5) – Phoenix – 33
Gary Paffett (Mercedes C63) – HWA – 33

Campeonato:

1. Ekstrom 89; 2. Auer 87; 3. Martin 78; 4. Green 75; 5. Rast 72.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *