DTM: Bruno Spengler vence em Hockenheim e leva o título de 2012

O canadense Bruno Spengler (BMW) venceu neste domingo (20/10), em Hockhenheim, na Alemanha, a última prova da temporada. Com a vitória Spengler sagrou-se Campeão da temporada 2012 do Campeonato alemão de Turismo. A BMW foi campeã, em seu retorno a categoria, depois de vinte anos de ausência.

Na largada, o ole-position, o brasileiro Augusto Farfus Jr. (BMW) manteve a ponta, com Spengler passando de terceiro para segundo e o britânico Gary Paffett (Mercedes) rival do canadense na disputa pelo título, de 2º para 4º, atrás do sueco Mattias Ekstrom (Audi).

Antes do final da primeira volta, Spengler ultrapassou Farfus, assumindo a liderança. Pouco depois Ekstrom e o norte-americano Joey Hand (BMW) se enroscaram, e saíram da pista, com Paffett indo para 3º.

Na primeira rodada de pit stops, Paffett ganhou a segunda posição de Farfus. Após a segunda sessão de pit stops, o campeão de 2007 passou a pressionar Spengler, diminuindo a desvantagem, de quatro segundos, para menos de dois nas voltas finais.

Contudo Spengler manteve o controle até a bandeirada final. O canadense foi campeão com quatro pontos de vantagem sobre Paffett. Farfus terminou em um tranquilo 3º lugar.

O britânico Jamie Green (Mercedes) o terceiro piloto que começou a prova com chances de ser campeão, terminou em 4º. O alemão Dirk Werner (BMW) e o italiano Edoardo Mortara (Audi) fecharam os dez primeiros.

O britânico Andy Priaulx (BMW), Hand, e os alemães Ralf Schumacher e Christian Vietoris, parceiros na HWA Mercedes, completaram a zona de pontos.

Em sua última prova na carreira, o escocês David Coulthard (Mercedes) abandonou, depois de levar um toque do alemão Timo Scheider (Audi) e rodar. Scheider levou um drive-through, pelo toque.

Spengler foi campeão com 149 pontos. Paffett, o vice-líder, somou 145, seguido por Green, com 121 e o alemão Mike Rockenfeller (Audi) com 85. Mortara com 82 e Ekstrom com 81, fecharam os seis primeiros. Farfus foi o 7º com 69, empatado com o alemão Martin Tomczyk (BMW).

Grid:

1. Augusto Farfus (RBM BMW) – 1’34.140 (Q4)
2. Gary Paffett (HWA Mercedes) – 1’34.261 (Q4)
3. Bruno Spengler (Schnitzer BMW) – 1’34.268 (Q4)
4. Mattias Ekstrom (Abt Audi) – 1’34.627 (Q4)
5. Joey Hand (RMG BMW) – 1’34.031 (Q3)
6. Martin Tomczyk (RMG BMW) – 1’34.050 (Q3)
7. Dirk Werner (Schnitzer BMW) – 1’34.079 (Q3)
8. Timo Scheider (Abt Audi) – 1’34.133 (Q3)
9. Edoardo Mortara (Rosberg Audi) – 1’34.159 (Q3)
10. Jamie Green (HWA Mercedes) – 1’34.251 (Q3)
11. Filipe Albuquerque (Rosberg Audi) – 1’34.288 (Q2)
12. Mike Rockenfeller (Phoenix Audi) – 1’34.304 (Q2)
13. Christian Vietoris (HWA Mercedes) – 1’34.358 (Q2)
14. Andy Priaulx (RBM BMW) – 1’34.375 (Q2)
15. Adrien Tambay (Abt Audi) – 1’34.477 (Q2)
16. Rahel Frey (Abt Audi) – 1’34.720 (Q2)
17. Ralf Schumacher (HWA Mercedes) – 1’34.722 (Q1)
18. Robert Wickens (Mucke Mercedes) – 1’34.723 (Q1)
19. Roberto Merhi (Persson Mercedes) – 1’35.032 (Q1)
20. Miguel Molina (Phoenix Audi) – 1’35.080 (Q1)
21. David Coulthard (Mucke Mercedes) – 1’35.275 (Q1)
22. Susie Wolff (Persson Mercedes) – 1’35.325 (Q1)

Final:

1. Bruno Spengler (Schnitzer BMW) – 1:07.59.069
2. Gary Paffett (HWA Mercedes) – a 2.214
3. Augusto Farfus (RBM BMW) – a 11.954
4. Jamie Green (HWA Mercedes) – a 23.479
5. Dirk Werner (Schnitzer BMW) – a 25.384
6. Edoardo Mortara (Rosberg Audi) – a 41.701
7. Andy Priaulx (RBM BMW) – a 42.265
8. Joey Hand (RMG BMW) – a 42.843
9. Ralf Schumacher (HWA Mercedes) – a 43.878
10. Christian Vietoris (HWA Mercedes) – a 45.138
11. Filipe Albuquerque (Rosberg Audi) – a 58.232
12. Timo Scheider (Abt Audi) – a 1:14.020
13. Susie Wolff (Persson Mercedes) – a 1:35.931
14. Martin Tomczyk (RMG BMW) – a 1 volta
15. Roberto Merhi (Persson Mercedes) – a 1 volta
16. Rahel Frey (Abt Audi) – a 1 volta

Não classificados
Miguel Molina (Phoenix Audi) – a 17 voltas
David Coulthard (Mucke Mercedes) – a 19 voltas
Robert Wickens (Mucke Mercedes) – a 22 voltas
Mattias Ekstrom (Abt Audi) – a 31 voltas
Mike Rockenfeller (Phoenix Audi) – a 40 voltas
Adrien Tambay (Abt Audi) – a 41 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *