World Series by Renault: Robin Frijns é o Campeão de 2012

O holandês Robin Frijns (Fortec) sagrou-se neste domingo (20/10), Campeão da temporada 2012 da World Series by Renault, após a disputa da última etapa da temporada, em Montmelò, na Espanha. Frijns somou 189 pontos, quatro a mais do que o francês Jules Bianchi (Tech 1). O português Antonio Felix Da Costa (Arden Caterham) venceu as duas provas finais do campeonato.

Bianchi e Frijns começaram a última etapa; separados por quatro pontos de diferença, 179 a 174. O inglês Sam Bird (ISR) com 155, mantinhas remotas chances de ser campeão.

Prova 1:

No sábado (20/10), Da Costa venceu a primeira prova, seguido por Bird e Frijns. Bianchi, que alinhou na pole-position, terminou apenas em 7º. Com o resultado o holandês superou o francês na tabela de pontos, 189 a 185. Bird passou a somar 173.

Dos três brasileiros na prova, Andre Negrão (Draco) terminou em 14º, Yann Cunha (Pons) na 23ª e Lucas Foresti (DAMS) abandonou na 25ª volta.

Final, prova 1:

1 – Antonio Felix Da Costa – Arden Caterham – 29 votlas em 45’44″925
2 – Sam Bird – ISR – 3″724
3 – Robin Frijns – Fortec – 13″062
4 – Will Stevens – Carlin – 15″693
5 – Kevin Magnussen – Carlin – 17″360
6 – Kevin Korjus – Lotus – 17″837
7 – Jules Bianchi – Tech 1 – 20″174
8 – Aaro Vainio – RFR – 38″563
9 – Mikhail Aleshin – RFR – 40″789
10 – Marco Sorensen – Lotus – 41″382
11 – Arthur Pic – Dams – 41″657
12 – Nico Muller – Draco – 42″170
13 – Walter Grubmuller – P1 – 42″701
14 – Andre Negrao – Draco – 42″927
15 – Nick Yelloly – Comtec – 47″211
16 – Daniel Abt – Tech 1 – 57″876
17 – Jake Rosenzweig – ISR – 1’00″755
18 – Carlos Huertas – Fortec – 1’01″293
19 – Alexander Rossi – Arden Caterham – 1’01″697
20 – Vittorio Ghirelli – Comtec – 1’04″234
21 – Daniil Move – P1 – 1’04″500
22 – Tamas Pal Kiss – BVM Target – 1’04″990
23 – Yann Cunha – Pons – 1’05″356
24 – Zoel Amberg – Pons – 1’07″588
25 – Nikolay Martsenko – BVM Target – 1’12″882

Volta mais rápida: Alexander Rossi 1’32″371

Abandonos:

Lucas Foresti- Dams – 25 voltas

Prova 2:

Neste domingo (21/10), Da Costa venceu novamente, com o russo Mikhail Aleshin (que largou na pole) e o finlandês Mikhail Aleshin, parceiros na RFR, completando o pódio.

A disputa pelo título, contudo terminou de forma polêmica, com um toque entre Frijns e Bianchi. Os dois disputavam a quarta posição, quando se tocaram na 21ª volta, com Bianchi escorregando e abandonando na brita.

Frijns terminou em 7º, mas após a corrida foi punido com o acréscimo de 25 segundos, pelo toque em Bianchi. Mesmo caindo para 14º, ele garantiu o título de 2012, com 189 pontos, quatro a mais do que Bianchi. Bird ganhou uma posição com a punição do holandês, passando para 7º, somando 179 pontos no campeonato.

Negrão foi o 8º e Cunha o 21º. Foresti abandonou na 25ª volta. No campeonato Negrão terminou em 15º com 36 pontos e Lucas Foresti na 23ª com oito.

Testemunha do acidente entre Frijns e Bianchi, Negrão disse que o francês foi a vítima do episódio. “Frijns jogou o carro para cima dele. Tanto que na entrega dos prêmios, na noite de domingo, recebeu o troféu de campeão debaixo de uma estrondosa vaia.”   

Final, prova 2:

1 – Antonio Felix Da Costa – Arden Caterham – 29 voltas em 46’06″997
2 – Mikhail Aleshin – RFR – 27″856
3 – Aaro Vainio – RFR – 28″689
4 – Kevin Magnussen – Carlin – 29″398
5 – Alexander Rossi – Arden Caterham – 29″919
6 – Arthur Pic – Dams – 32″398
7 – Sam Bird – ISR – 34″088
8 – Andre Negrao – Draco – 36″774
9 – Will Stevens – Carlin – 40″049
10 – Walter Grubmuller – P1 – 42″532
11 – Jake Rosenzweig – ISR – 43″998
12 – Tamas Pal Kiss – BVM Target – 44″714
13 – Nick Yelloly – Comtec – 54″282
14 – Robin Frijns – Fortec – 58″293
15 – Nico Muller – Draco – 1’05″300
16 – Daniil Move – P1 – 1’31″146
17 – Kevin Korjus – Lotus – 1’31″336
18 – Carlos Huertas – Fortec – 1’43″132
19 – Vittorio Ghirelli – Comtec – 1’46″192
20 – Nikolay Martsenko – BVM Target – 1’46″429
21 – Yann Cunha – Pons – 1’58″682
22 – Zoel Amberg – Pons – 1 giro

Volta mais rápida: Alexander Rossi 1’32″347

Lucas Foresti- Dams – 25 voltas
Jules Bianchi – Tech 1 – 28 voltas

Campeonato, final:

1.Frijns 189; 2.Bianchi 185; 3.Bird 179; 4.Da Costa 166; 5.Yelloly, Sorensen 122; 7.Magnussen 106; 8.Pic 102; 9.Muller 78; 10.Korjus 69

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *