DTM: Edoardo Mortara e Gary Paffett vencem em Lausitzring

O italiano Edoardo Mortara ((Mercedes/HWA) e o britânico Timo Glock (BMW M4/RMR) foram os vencedores da segunda etapa da temporada, disputada no EuroSpeedway Lausitz, na Alemanha.

Prova 1:

No sábado (19/05) Mortara venceu a primeira prova.  Foi a nona vitória de Mortara na categoria, a primeira pela Mercedes.  O alemão Timo Glock (BMW M4/RMR) e o austríaco Philipp Eng, parceiro de equipe de Glock, completaram o pódio.

Sétimo no grid, Mortara adiou ao máximo a sua parada nos boxes, fazendo um pit perfeito, para assumir a liderança. Nas voltas finais o italiano segurou a pressão de Glock, recebendo a bandeirada com 0s920 de vantagem. Novato na categoria, Eng conquistou o seu primeiro pódio.

O austríaco Lucas Auer (Mercedes C63/HWA), que largou na pole, terminou em quarto, seguido pelo canadense Bruno Spengler (BMW M4/RBM) e o britânico Paul Di Resta (Mercedes C63/HWA).

Os alemães Marco Wittmann (BMW M4/RMG) e Pascal Wehrlein (Mercedes C63/HWA), Paffett e o brasileiro Augusto Farfus (BMW M4/RMG) completaram a zona de pontos.

A prova foi marcada por dois acidentes, o segundo fortíssimo. Logo na largada o britânico Jamie Green (Audi RS5/ Rosberg) acertou o suíço Nico Muller (Audi RS5/Abt).  O Safety-Car foi acionado, permanecendo na pista por seis voltas.

Na sexta volta o atual campeão, o francês René Rast (Audi RS5/Rosberg), capotou depois, de um toque com o compatriota Loic Duval (Audi RS5 Phoenix). A prova foi paralisada em bandeira vermelha, para o resgate do piloto. Mesmo sem nenhum ferimento, Rast foi hospitalizado, ficando fora da segunda prova (o carro ficou destruído).

DTM: Edoardo Mortara e Gary Paffett vencem em Lausitzring

“Eu realmente me sinto muito bem, eu não senti nada desde o acidente”, disse Rast, “o pouso foi muito suave, só o meu cotovelo direito dói um pouco. Eu estou bem. Quando saí do carro, soube que estava tudo bem. Como podemos ver, o carro é muito seguro”, declarou Rast.

Final, prova 1:

1 – Edoardo Mortara (Mercedes) – HWA – 21 voltas em 57’54″520

2 – Timo Glock (BMW M4) – RMR – 0″920

3 – Philipp Eng (BMW M4) – RMR – 2″887

4 – Lucas Auer (Mercedes C63) – HWA – 3″185

5 – Bruno Spengler (BMW M4) – RBM – 5″094

6 – Paul Di Resta (Mercedes C63) – HWA – 5″761

7 – Marco Wittmann (BMW M4) – RMG – 6″403

8 – Pascal Wehrlein (Mercedes C63) – HWA – 7″281

9 – Gary Paffett (Mercedes C63) – HWA – 7″607

10 – Augusto Farfus (BMW M4) – RMG – 8″369

11 – Mike Rockenfeller (Audi RS5) – Phoenix – 8″758

12 – Joel Eriksson (BMW M4) – RBM – 9″522

13 – Robin Frijns (BMW M4) – Abt – 12″941

14 – Daniel Juncadella (Mercedes C63) – HWA – 13″867

Abandonos:

Loic Duval (Audi RS5) – Phoenix – 7 voltas

René Rast (Audi RS5) – Rosberg – 6 voltas

Nico Muller (Audi RS5) – Abt – 0 volta

Jamie Green (Audi RS5) – Rosberg – 0 volta

Prova 2:

Neste domingo (20/05) Paffett venceu a segunda prova. Foi a sua segunda vitória no ano. Wittmann e Wehrlein completaram o pódio.

Terceiro no grid, Paffett assumiu a ponta na quarta volta, ao superar o pole Eng. Mantendo a liderança o final janela de parada obrigatória nos boxes.  Nas voltas finais o campeão de 2005 resistiu a pressão de Wittman (campeão de 2014 e 2016), vencendo com 1s427 de vantagem.  Outro campeão, Wehrlein (em 2015), conquistou o seu primeiro pódio em seu retorno a categoria, depois de dois anos na F-1.

Di Resta foi o quarto, seguido por Glock, Green e Eng. O alemão Mike Rockenfeller (Audi RS5/ Phoenix), o sueco Joel Eriksson (BMW M4/RBM) e o holandês Robin Frijns (BMW M4/Abt) fecharam a zona de pontos. Farfus terminou em 16º.

Glock lidera o campeonato com 72 pontos, seguido por Paffett com 71.

A próxima etapa acontece em Hungaroring, na Hungria, nos dias 02 e 03 de junho.

Final, prova 2:

1 – Gary Paffett (Mercedes C36) – HWA – 34 voltas

2 – Marco Wittmann (BMW M4) – RMG – 1″427

3 – Pascal Wehrlein (Mercedes C36) – HWA – 8″602

4 – Paul Di Resta (Mercedes C36) – HWA – 17″891

5 – Timo Glock (BMW M4) – RMR – 19″061

6 – Jamie Green (Audi RS5) – Rosberg – 23″243

7 – Philipp Eng (BMW M4) – RMR – 24″292

8 – Mike Rockenfeller (Audi RS5) – Phoenix – 24″631

9 – Joel Eriksson (BMW M4) – RBM – 27″050

10 – Robin Frijns (BMW M4) – Abt – 30″992

11 – Edoardo Mortara (Mercedes C36) – HWA – 32″458

12 – Daniel Juncadella (Mercedes C36) – HWA – 32″803

13 – Loic Duval (Audi RS5) – Phoenix – 33″304

14 – Lucas Auer (Mercedes C36) – HWA – 38″266

15 – Bruno Spengler (BMW M4) – RBM – 38″526

16 – Augusto Farfus (BMW M4) – RMG – 40″550

17 – Nico Muller (Audi RS5) – Abt – 41″673

Campeonato:

1.Glock 72; 2.Paffett 71; 3.Wehrlein 39; 4.Mortara 37; 5.Auer 33; 6.Di Resta 28; 7.Wittmann, Eng 26; 9.Spengler 23; 10.Rockenfeller 22.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *