DTM: Fazendo aniversário, Mattias Ekstrom vence em Norisring. Mas é punido e perde vitória

O sueco Mattias Ekstrom (Audi RS5/Abt) venceu neste domingo (14/07), em Norisring, na Alemanha, a quinta etapa da temporada. Ekstrom venceu no dia em que completou 35 anos de idade. O canadense Robert Wickens (Mercedes C-Coupé/HWA) foi o segundo, seguido pelo alemão Christian Vietoris (Mercedes C-Coupé/HWA). Mas foi desclassificado após a prova.

Com uma estratégia diferente de pits, o italiano Edoardo Mortara (Audi RS5/Rosberg) e Ekstrom assumiram o controle da prova, após a primeira rodada de pits. Ambos passaram a usar pneus macios logo na 13ª volta. Na 64ª volta, Ekstrom superou Mortara.

Faltando cinco voltas para o final, o sueco fez a segunda parada nos pits, retornando a frente do britânico Gary Paffett (Mercedes C-Coupé/HWA) e Mortara. 

Na 81ª volta, Mortara acertou a traseira de Paffett, que escorregou, perdendo posições. Na volta seguinte, o britânico deu o troco, fechando a porta do italiano, com os dois carros batendo.

Ekstrom recebeu a bandeirada, após 83 voltas, com 2s6 de vantagem sobre Wickens.

Contudo após a prova, Ekstrom foi desclassificado, por infringir as regras do Parque Fechado, devido uma garrafa d’água colocada em seu macacão por um mecânico antes da pesagem oficial.

O resultado da corrida está sob júdice e a decisão final deve ser anunciada ainda nesta semana.

Com a desclassificação do sueco, Wickens foi declarado o vencedor. Wickens venceu pela primeira vez na categoria. Vietoris passou para segundo, seguido pelo espanhol Daniel Juncadella (Mercedes C-Coupé/ Mucke).

O canadense Mike Rockenfeller (Audi RS5/ Phoenix) passou para quarto, seguido pelo canadense Bruno Spengler (BMW M3/Schnitzer).

Após sair da última fila, o espanhol Roberto Merhi (Mercedes C-Coupé/HWA) fez uma ótima prova, terminando em sexto. O norte-americano Joey Hand (BMW M3/RBM), o britânico Andy Priaulx (BMW M3/ RMG) e os alemães o Marco Wittmann (BMW M3/MTEK) e Dirk Werner (BMW M3/Schnitzer) completaram a zona de pontos.

O brasileiro Augusto Farfus (BMW M3/RBM) não fez uma boa prova, após largar do meio do grid. Terminou na 15ª posição.

Rockenfeller assumiu a ponta do campeonato, de forma isolada, com 71 pontos, dois a mais do que Spengler. Vietoris é o terceiro com 58. Farfus, com 33, o sétimo.

A próxima etapa acontece no Moscou Raceway, na Rússia, no dia 04 de agosto.

Final:

1 – Sem vencedor, 83 voltas*
2 – Robert Wickens (Mercedes C-Coupé) – HWA – 1.12’17″344
3 – Christian Vietoris (Mercedes C-Coupé) – HWA – 3″636
4 – Daniel Juncadella (Mercedes C-Coupé) – Mucke – 4″393
5 – Mike Rockenfeller (Audi RS5) – Phoenix – 5″765
6 – Bruno Spengler (BMW M3) – Schnitzer – 14″437
7 – Roberto Merhi (Mercedes C-Coupé) – HWA – 15″948
8 – Joey Hand (BMW M3) – RBM – 28″552
9 – Andy Priaulx (BMW M3) – RMG – 32″263
10 – Marco Wittmann (BMW M3) – MTEK – 32″949
11 – Dirk Werner (BMW M3) – Schnitzer – 37″780
12 – Filipe Albuquerque (Audi RS5) – Rosberg – 40″029
13 – Timo Glock (BMW M3) – MTEK – 40″221
14 – Miguel Molina (Audi RS5) – Phoenix – 41″922
15 – Adrien Tambay (Audi RS5) – Abt – 51″445
16 – Augusto Farfus (BMW M3) – RBM – 1 volta

Votla mais rápida: Christian Vietoris 48″572

Abandonos:
0 giri – Timo Scheider (Audi RS5) – Abt – 0
11° giro – Martin Tomczyk (BMW M3) – RMG – 11
65° giro – Pascal Wehrlein (Mercedes C-Coupé) – Mucke – 65
65° giro – Jamie Green (Audi RS5) – Abt – 65
81° giro – Gary Paffett (Mercedes C-Coupé) – HWA – 81
81° giro – Edoardo Mortara (Audi RS5) – Rosberg – 81

Excluido:

Mattias Ekstrom (Audi RS5) – Abt
*Audi perdeu o apelo contra a desclassificação. Prova declarada sem vencedor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *