ELMS: Pneus e acidente complicam Senna na Bélgica

A expectativa de um bom resultado se transformou em decepção para Bruno Senna ainda nas primeiras voltas das 4 Horas de Spa, quinta e penúltima etapa da European Le Mans Series. Com pouco mais de 30 minutos de prova, o piloto da RLR MSport perdeu o controle do Oreca 07-Gibson e bateu de frente na barreira de proteção. Entre o período de entrada do resgate e os reparos nos boxes, foram seis voltas perdidas impossíveis de serem recuperadas que custaram qualquer chance de uma colocação satisfatória e renderam apenas o 22º lugar na classificação final. A vitória foi da dupla da United Autosport, formado por Filipe Albuquerque e Phil Hanson.

Depois da corrida, Bruno ainda procurava sem sucesso uma explicação para o acidente. “Freei dois metros além do normal, a roda travou e saí reto. Fiquei sem entender o que aconteceu, mas, enfim, comprometeu toda a corrida”, disse. Na verdade, naquele momento ele já encontrava dificuldades para se manter à frente do russo Roman Rusinov na luta pela 7ª posição depois de um começo animador a partir do 6º lugar no grid. “Larguei bem, passei os dois carros com os mesmos pneus Dunlop que uso, mas logo percebi que não teria chance de brigar com os Michelin. Minha degradação de borracha era muito maior que a deles. Minha opção era fazer minha própria corrida e manter os pneus vivos, permitindo a ultrapassagem de quem estava de Michelin logo atrás de mim”, explicou.

Após a batida e com o trabalho dos fiscais, Bruno pôde levar o protótipo LMP2 aos boxes e voltou em seguida à pista para mais um turno de pilotagem, sendo mais tarde substituído pelo indiano Arjun Maini e, na sequência, pelo canadense John Farano. “O nosso ritmo era até bastante razoável, mas àquela altura não havia muito o que fazer a não ser ganhar mais quilometragem”, observou.

O calendário será concluído dia 27 de outubro em Portimão (Portugal), mas antes Bruno estará no Japão para a segunda rodada do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC, marcada para dia 6 do mesmo mês em Fuji.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *