Endurance Brasil: Team Ginetta Brasil corre a 7ª etapa em Santa Cruz do Sul

O Team Ginetta Brasil está pronto para mais um desafio na Império Endurance Brasil 2019, com a sétima etapa que será realizada na sexta e sábado (1.º e 2/11), no Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS). Depois de mais um bom resultado em Goiânia na categoria P1, a equipe dos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim já está com seu protótipo Ginetta G57 revisado e pronto para disputar as Três Horas de Santa Cruz do Sul. A expectativa pela primeira vitória nessa pista na Categoria P1 e a durabilidade do carro, deixaram todos no Team Ginetta Brasil empolgados para a corrida deste sábado, que deve reunir quase 40 carros em seu grid.

A participação do Team Ginetta Brasil não foi como o esperado, na 6.ª etapa da Império Endurance Brasil 2019. Mas poderia ter sido melhor, não fosse o forte calor durante as Três Horas de Goiânia, realizada no dia 12 de outubro, o piloto Fábio Ebrahim largou com o protótipo Ginetta G57 do quinto lugar do grid, assumiu a terceira posição da Geral na largada e fez uma boa primeira participação, mas poupando o carro por causa do superaquecimento. Na segunda tocada, Pedrinho Aguiar assumiu o comando do carro, retornando na sétima posição. Porém, com problema de superaquecimento, teve que voltar aos boxes onde o carro entrou em modo de segurança e foi resetado. Retornou à pista e chegou à quinta posição. Na volta 84, Wagner Ebrahim assumiu o G57, retornando a pista em sétimo lugar e passando a fazer boa corrida de recuperação, mas também poupando o carro. Mesmo assim, Wagner Ebrahim fez boa corrida e concluiu a prova em quarto na Geral e em terceiro na categoria P1.

O Ginetta G57 utilizado pelos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim é de fabricação britânica, um dos protótipos mais rápidos do Mundo. Equipado com o motor do Novo Camaro e Corvette, um Chevrolet V8, de 6,2 litros, com bloco de alumínio e sistema de óleo de cárter seco, que gera 575 cavalos de potência, desenvolvido e preparado pela Ginetta. Seu peso é 940 quilos e tem velocidade final de 300 km/h. O cockpit é todo produzido em fibra de carbono, foi aprovado em crasch-test da FIA e no Brasil, o G57 terá auxílio técnico dos engenheiros Ubiratan (mecânico) e Vinícius (elétrico), do Team Ginetta Brasil. A equipe conta com o patrocínio da Construtora Álvaro Aguiar, apoio da Motul, Valorem, GT Shine e pneus oficias da Yokohama.

Para a sétima etapa em Santa Cruz do Sul, o Team Ginetta Brasil já fez uma revisão geral no Ginetta G57, que está pronto para mais esse desafio nas Três Horas de Santa Cruz do Sul. O ponto forte da equipe é a durabilidade e a constância em alta performance do G57 durante as corridas, que tem surpreendido a todos, em especial aos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim, que querem voltar a vencer na categoria. O piloto Fábio Ebrahim disse estar confiante em mais um bom resultado no sábado. “Depois da etapa passada, fizemos novos ajustes no carro, que certamente estará melhor em Santa Cruz do Sul. Ainda estamos conhecendo o carro, pois é tudo muito recente, mas sabemos do seu potencial. No sábado parece que a previsão é chuva o que pode dificultar as coisas, mas queremos vencer na categoria P1 e vamos nos empenhar para isso”, declarou Fábio Ebrahim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *