Endurance: CBA oficializa GT3 no Brasil para o segundo semestre de 2007

A homologação do campeonato de supercarros foi assinada pelo presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Paulo Scaglione. Os sócios da SRO Latin America, Walter Derani
e Antonio Hermann, também subscreveram o documento.

Os supercarros vêm aí. Com uma crescente movimentação de pilotos e equipes interessados em participar da primeira etapa do Brasil GT3 Championship, a Confederação Brasileira de Automobilismo deu seu aval com a assinatura de seu presidente, Paulo Scaglione, no documento que homologa a realização do Campeonato já a partir do segundo semestre de 2007. Na prática, a assinatura significa que o torneio conta com a aprovação da entidade representante no Brasil da FIA (Federação Internacional do Automóvel), organismo que rege os principais campeonatos automobilísticos do mundo, como a Fórmula 1 e o FIA GT. Composto por dez etapas realizadas em regime de rodada dupla (em um total de cinco encontros) nessa sua primeira edição, o torneio terá a confirmação dessas datas ainda no decorrer do mês de abril.

O documento assinado pelo presidente da CBA também contou com a subscrição de Walter Derani e Antônio Hermann, sócios da SRO Latin America, empresa constituída para organizar a GT3 no Brasil. “Este momento representa a realização de um sonho que muitos poderiam considerar quase que impossível de atingir”, disse Walter Derani. “Pela primeira vez na história do nosso automobilismo de competição, teremos um campeonato sendo disputado nos mesmos moldes do seu congênere europeu”, completa ele, referindo-se ao Campeonato Europeu de GT3, o maior sucesso esportivo da FIA em 2006.

“O FIA GT3 Championship é um campeonato que teve início no ano passado e se tornou o maior sucesso do automobilismo mundial”, observa Antonio Hermann. “Além do Campeonato Europeu estão confirmados certames oficiais na Alemanha e na Bélgica. Itália e Espanha também terão os carros do GT3 correndo nas suas pistas. Durante o ano passado largaram, em média, 42 carros em cada uma das cinco etapas do torneio europeu. Pretendemos repetir esse sucesso no Brasil. O carisma dos carros e das marcas participantes é algo irresistível para quem aprecia o automobilismo de alto nível”, diz ele.

Outra possibilidade comentada, que acabou recebendo aprovação unânime como sendo extremamente benéfica para o automobilismo brasileiro, foi sobre a validade de a SRO Latin America realizar corridas da categoria em outros países da América Latina. Também foi visto com bons olhos a presença de pilotos de outras nacionalidades competindo no Campeonato Brasileiro.

Grid dos sonhos – A formação de largada das corridas da GT3 configura uma verdadeira coleção de jóias da indústria automobilística. Entre outros carros de sonho, alinham bólidos das marcas Ferrari, Lamborghini, Aston Martin, Porsche, Ascari, Dodge Viper, Corvette e Jaguar.

Outro ponto que sem dúvida contribuiu para o sucesso do torneio é o equilíbrio conseguido por carros de concepção tão diferente. Um detalhado trabalho de equalização foi promovido pelo braço europeu da SRO, que organiza os torneios no Velho Continente. Alguns carros tiveram seu desempenho penalizado, outros foram desenvolvidos para obter melhores prestações. O resultado é uma prova disputadíssima, com as máquinas de série mais rápidas do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *